Tamanho do texto

Pochettino, treinador do Tottenham, falou que pretende colocar o brasileiro entre os relacionados. Clube enfrenta o Arsenal nesta sexta-feira pelo inglês

Lucas pode estar muito perto de fazer a sua estreia com a camisa do Tottenham . Em entrevista coletiva, o treinador revelou que quer contar com o jogador para a partida desta sexta-feira. Além disso, o jogo não é apenas um duelo normal do Campeonato Inglês . O confronto é o clássico de londres contra o Arsenal , o maior rival do novo clube do meia.

Leia também: Em vídeo descontraído, Tottenham anuncia a contratação de Lucas Moura

Lucas treina finalização pelo Tottenham
Twitter/Reprodução
Lucas treina finalização pelo Tottenham

Durante a semana, Lucas já treinou com os novos companheiros de Tottenham e pode estar relacionado para o confronto, mas tudo depende das escolhas do argentino Mauricio Pochettino.

“Eu acho que ele estará pronto, talvez esteja no sábado. Ele está indo bem, treinando bastante, e acho que precisamos avaliá-lo. Depois da última sessão de treinos, espero que ele continue bem e que possamos colocá-lo na lista de relacionados”, declarou o treinador durante entrevista coletiva.

O brasileiro foi contratado do Paris Saint Germain há uma semana, por cerca de R$ 110 milhões. Lucas ainda não entrou em campo pela nova equipe devido a pendências burocráticas e de documentação.

Caso seja relacionado, Lucas deve começar a partida no branco de reservas, devendo entrar no decorrer da partida.

Leia também: Coutinho faz primeiro gol, Mina estreia e Barcelona está na final da Copa do Rei

Pochettino escalou a mesma equipe nas duas últimas partidas do Campeonato Inglês, na vitória de 2 a 0 sobre o Manchester United e o empate por 2 a 2 contra o Liverpool. No entanto, o argentino mudou 10 titulares para a Copa da Inglaterra contra o Newport County, quando o Tottenham venceu por 2 a 0.

Disputa por vaga

O lateral Danny Rose e o meio-campista Harry Winks também estão aptor para voltar a equipe, aumentando as opções do treinador. "É positivo, mas será difícil porque não podemos colocar mais de 11 titulares e sete no banco", acrescentou Pochettino.

Leia também: Real Madrid investiga vida de Neymar e encontra três impasses

"Estou certo de que muitos jogadores não vão ficar felizes por estarem fora, mas isso é o futebol. Eles entendem as regras e sempre vamos tomar a melhor decisão para o time", completou o técnico do Tottenham.

    Leia tudo sobre: Futebol