Tamanho do texto

Caso negociação seja concretizada, atacante gabonês se tornará o mais caro da história dos Gunners; Giroud pode ser envolvido na transferência

Desde que a saída de Alexis Sánchez para o Manchester United, confirmada na última semana , começou a ser especulada, o Arsenal passou a se movimentar para contratar algum atacante de alto nível para repor o chileno. O nome mais cotado foi o do gabonês Pierre-Emerick Aubameyang , mas as negociações têm se arrastado por semanas diante do alto preço.

Leia também: Real Madrid pretende investir R$ 2 bilhões em reforços da Inglaterra, diz jornal

Pierre-Emerick Aubameyang deve ser jogador do Arsenal por mais de R$ 260 milhões
Divulgação
Pierre-Emerick Aubameyang deve ser jogador do Arsenal por mais de R$ 260 milhões

Esta novela, no entanto, de acordo com o que publicou a emissora britânica Sky Sports News e o jornal alemão Bild , está próxima do fim. Segundo as publicações, o Arsenal está próximo de um acerto com o Borussia Dortmund por Aubameyang e deve pagar algo em torno de 60 milhões de libras (cerca de R$ 267 milhões) para contratar o jogador, o que o tornaria o mais caro da história do clube.

A reportagem ainda diz que os dois clubes discutem a ida do atacante Olivier Giroud para o Borussia como parte do pagamento. O técnico Arsene Wenger, porém, é contra a saída do francês e diz que para liberá-lo, é necessária a chegada de um outro no lugar.

Leia também: Campeão do mundo pela Itália completa fato raro: 15 anos pelo mesmo clube

Segundo o jornal britânico Telegraph , o contrato oferecido pelo Arsenal a Aubameyang é de 180 mil libras (R$ 802 mil) por semana até 2021. A ideia de atuar ao lado de Henrikh Mkhitaryan, envolvido na troca do United com os Gunners por Sánchez, anima Auba, já que eles jogaram juntos no Dortmund.

Pelo Dortmund, Aubameyang marcou até aqui 141 gols em quatro temporadas e meia. Ainda de acordo com o jornal, o Arsenal enviou uma delegação liderada pelo executivo-chefe Ivan Gazidis, além do chefe de recrutamento Sven Mislintat e o negociador Huss Fahmy para a Alemanha na semana passada. Mislitat, ex-Dortmund, foi fundamental para levar Aubameyang e Mkhitaryan ao clube anos atrás.

Leia também: Em caso de título da Champions, Neymar ficará livre para deixar o PSG, diz site

Quer sair

Vale ressaltar que o clube alemão já recusou uma proposta de 50 milhões de libras (cerca de R$ 222 milhões) do Arsenal pelo gabonês. Nas duas últimas janelas de transferências, o Dortmund havia garantido que não iria vender Auba, mas, diante da vontade do jogador, não há mais o que fazer para segurá-lo e agora a intenção é faturar o máximo com a transferência.

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais


    Leia tudo sobre: futebol