Tamanho do texto

Jonathan Fabbro tem 35 anos e atualmente joga em equipe do México. Crime contra sua afilhada aconteceu de 2012 a 2016, segundo as autoridades

O meia paraguaio Jonathan Fabbro , casado com a modelo Larissa Riquelme, musa da Copa do Mundo de 2010, foi acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos, sua afilhada, e recebeu ordem de prisão internacional nesta segunda-feira.

Leia também: Larissa Riquelme está de volta como "namorada" de time; veja fotos da musa

Jonathan Fabbro e Larissa Riquelme estão juntos há seis anos. Jogador é acusado de abusar sexualmente de menor de 11 anos
Reprodução/Instagram
Jonathan Fabbro e Larissa Riquelme estão juntos há seis anos. Jogador é acusado de abusar sexualmente de menor de 11 anos

De acordo com o que disse o chefe da Interpol no Paraguai, Luis Arias, à rádio La Unión , "Fabbro é um cidadão procurado em 192 países, após a notificação de prisão com possibilidade de extradição em território argentino". O jogador e Larissa Riquelme estão juntos há seis anos.

Ele é acusado de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos entre 2012 e 2016. De acordo com o relato da família, os crimes envolviam toques, sexo oral e ejaculações. Os ataques teriam acontecido no carro do jogador ou na casa da avó.

Leia também: Jogador da NFL vai usar chuteira em campanha contra abuso sexual

O crime veio à tona quando o irmão da vítima acessou conversas entre os dois no aplicativo de conversas WhatsApp. "A menina relata ao menos três casos que ocorreram nos últimos dois anos. No entanto, alguns detalhes levam a crer que a situação poderia estar ocorrendo há quatro anos", disse o advogado da família Gastón Marano.

💕 @jonathanfabbro

Uma publicação compartilhada por Lari Riquelme (@larissariquelme) em

Em declarações à rádio Rock and Pop , Larissa Riquelme saiu em defesa do marido. "Pode ser o homem mais mentiroso do mundo, por seu histórico com milhares de mulheres, mas de jeito nenhum poderia machucar uma inocente. Ele ficou muito mal com tudo isso", afirmou.

Leia também: Atleta olímpico que disputou o Rio 2016 é assassinado a tiros dentro de boate

Carreira

Hoje no Lobos Buap, do México, Fabbro tem 35 anos já jogou em grandes clubes como Boca Juniors, Atlético Mineiro, Cerro Porteño e River Plate. Ele nasceu na Argentina, mas é naturalizado paraguaio e, por isso, responde primeiramente à justiça do Paraguai. O parceiro de Larissa Riquelme também já defendeu a seleção de seu país.

    Leia tudo sobre: futebol