Palmeiras voltou aos treinamentos com bola
Divulgação / Palmeiras
Palmeiras voltou aos treinamentos com bola

Uma antiga ação judicial do Albirex Niigata, do Japão, fez com que a Câmara de Resoluções de Litígio da Fifa punisse hoje o atacante Rony, atualmente no Palmeiras, com quatro meses de suspensão .

No entanto, o advogado do atleta garante que ele estará em campo contra o Corinthians , no próximo dia 22, no retorno do Paulistão. Isso porque, embora as sanções tenham efeito imediato, ao apelar ao CAS (Tribunal Arbitral do Esporte), as punições são suspensas até o anúncio da decisão na nova instância. 

"A nossa expectativa é fazer o recurso nessa semana para que o atleta tenha condição de estar jogando no dia 22. A gente consegue diminuir, reduzir a pena, isso se a punição permanecer. Estamos preparando nossa defesa. Que o atleta não vai ficar quatro meses parado, não vai. Isso é fato. Que ele vai entrar contra o Corinthians, é fato. Pode ter certeza", disse o Dr. Carlos de Freitas, em entrevista ao Esporte Interativo.

Além do jogador, a FIFA também puniu o Athletico com a proibição de registro de novas contratações nas próximas duas janelas de transferências e o Palmeiras, que não pode utilizar o atleta. "Estou conversando com o Athletico e conversando com o Palmeiras para entender o que vamos fazer. O Athletico também foi muito lesado pela questão de tempo sem poder contratar", diz.

Rony  também foi condenado a pagar ao clube japonês cerca de R$ 6 milhões. 

Por meio da sua assessoria de imprensa, o Palmeiras se manifestou sobre o caso. "O Departamento Jurídico do Palmeiras está acompanhando a questão envolvendo o atleta Rony e prestará todo auxílio necessário ao jogador", apontou.


    Veja Também

      Mostrar mais