Pedro Rocha foi rebaixado com o Cruzeiro em 2019
Mineirão/Divulgação/Twitter
Pedro Rocha foi rebaixado com o Cruzeiro em 2019

Em grave situação financeira, o Cruzeiro, que tem o seu ex-vice-presidente internado por conta da Covid-19 , tem até esta quinta-feira para quitar a dívida de cerca de R$ 2,4 milhões com o Spartak Moscou, da Rússia, pelo empréstimo do atacante Pedro Rocha, atualmente no Flamengo.

O prazo foi estipulado pela Fifa e, caso não haja o pagamento, os mineiros serão impedidos de registrar novos atletas como punição.

Informações da Rádio Itatiaia dão conta que o clube deve fazer o pagamento e a quitação da divida deve ser anunciada em uma live, às 17h, do presidente Sérgio Santos Rodrigues.

Pedro Rocha chegou ao Cruzeiro no início do ano passado, mas teve passagem discreta. Foram 33 jogos e quatro gols com a camisa celeste, participando da campanha de rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro. Esse ano, pelo Flamengo, ele já fez quatro jogos e marcou um gol.

Até o momento, o Cruzeiro já pagou R$ 30 milhões dos débitos com os credores na FIFA, porém, restaria outros R$ 30 milhões para quitar os passivo por contratações feitas em gestões passadas. Vale lembrar que há entre os dábitos 850 mil euros (cerca de R$ 5,1 milhões) a ser pago ao Al Wahda, referente ao empréstimo do volante Denilson.

Por não ter quitado o valor na primeira ordem de pagamento da Fifa, em maio deste ano, o Cruzeiro foi punido com a perda de seis pontos na Série B do Campeonato Brasileiro. Se não pagar na nova data, o clube será rebaixado para a Série C.

    Veja Também

      Mostrar mais