Vidal e Everton Cebolinha
Reprodução / Instagram
Vidal e Everton Cebolinha

Everton Cebolinha é sonho antigo do  Flamengo e chega em uma posição para a qual o clube busca reforços de peso há alguns anos. A lesão de Bruno Henrique deixou uma lacuna ainda maior do lado esquerdo do ataque, que a chegada de Cebolinha vem preencher. Pedido desde a época de Paulo Sousa, o jogador certamente terá um encaixe diferente no esquema de Dorival Jr. Segundo a reportagem apurou, o novo comandante não fará do ponta um auxiliar de lateral, nem lhe dará tantas funções defensivas como Bruno Henrique e outros que atuaram por ali tiveram recentemente na gestão do técnico português.

Veja abaixo galeria de fotos de Everton Cebolinha:


A ideia de Dorival é usar Everton com liberdade por aquele setor, tanto em jogadas de profundidade, como também em combinações por dentro. Assim, associar a velocidade de Cebolinha ao talento e movimentação de Arrascaeta, Gabigol, Éverton Ribeiro e Pedro. A principal questão, neste caso, é se com o reforço a dupla de ataque permanecerá a mesma. A resposta o calendário de jogos e os adversários darão. Dorival entende que precisa rodar o elenco e, quando tiver que lançar força máxima, aí sim pode desfazer a dupla Pedro e Gabi para Everton jogar. Mas até isso acontecer o Flamengo precisará aprimorar o encaixe de seu ataque. E é Cebolinha a peça nova na engrenagem que precisará se adaptar à realidade.

A primeira oportunidade será nesta quarta-feira, contra o Juventude, pelo Brasileiro. Depois de Pedro atuar como titular e Gabigol cumprir suspensão no jogo contra o Coritiba, sábado, a tendência é que Cebolinha entre em cena ao lado do camisa nove, e o centroavante seja preservado. Vale lembrar também que Ribeiro e Arrascaeta não atuaram no fim de semana e podem retornar. Um ataque de velocidade e alternância de posições tal qual o Flamengo jogava com Bruno Henrique. Com a possibilidade de Dorival usar Cebolinha também por dentro, nada impede que o novo reforço entre não só na vaga de Pedro, como na dos três demais homens de frente.

No caso de Arturo Vidal, apresentado nesta segunda-feira e com regularização definida, a estreia ainda vai esperar um pouco mais. O chileno finalizou testes físicos e agora ganha melhores condições de jogo em treinamentos com bola. A ideia da comissão técnica é lançar o jogador de 35 anos aos poucos, talvez na partida contra o Alético-GO, dia 30. Taticamente, Vidal tem atuado nos últimos anos mais adiantado, mas faz duas a três funções no meio-campo. Pode ser o jogador mais próximo da defesa para marcar e sair jogando, como Thiago Maia, o segundo homem, com capacidade de chegar à área adversária, finalizar e até participar do jogo aéreo, como João Gomes e o agora ex-jogador rubro-negro Willian Arão, e pode também fazer um terceiro volante, com distribuição de jogo e maior pegada na saída de bola adversária, substituindo em determinadas ocasiões um dos meias. As observações começaram a ser feitas por Dorival na sexta-feira e seguirão ao longo dessa semana. Antes da possível chegada de Walace ou Wendel, Vidal tem tudo para assumir a titularidade da equipe e revezar com Thiago Maia e Gomes.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários