Jorge Jesus
Divulgação
Jorge Jesus

A demissão do técnico Jorge Jesus (veja galeria de fotos abaixo) no Benfica  gerou o que falar tanto em Portugal, como no Brasil. Um dos motivos da saída do português de seu país foi esclarecido pelo jornal A Bola, de Portugal.

Na última segunda-feira (27), em um dos treinos do Benfica, Jorge Jesus se irritou e acusou o meia Pizzi de o ter insultado após a derrota para o Porto, em partida válida pela Taça de Portugal.

Irritado com a possível crítica, Jesus ainda afirmou que o jogador não seria capaz de repetir o que disse na sua frente, pedindo para que o atleta tivesse coragem de insultá-lo novamente.

O jogador, por sua vez, na frente de todo o elenco, negou ter insultado o técnico, mas disse que utilizou palavras fortes e de descontentamento contra todos após o jogo, já que, segundo ele, "o time poderia dar muito mais".

Leia Também

O clima ficou tenso entre os jogadores e Jorge Jesus, sendo necessária a intervenção de Rui Costa. O dirigente fez com que Pizzi não treinasse no dia seguinte, pedindo para que o atleta pedisse desculpas pelas palavras proferidas.

Por fim, Rui enxergou o fim da linha entre Jorge Jesus e Benfica, já que a relação estava insustentável, algo que culminou na demissão do português, na última terça-feira (28).

Livre no mercado, Jorge Jesus está na mira de grandes clubes do Brasil, como Flamengo e Atlético Mineiro. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários