Matheus Bachi, filho de Tite, é auxiliar técnico da seleção brasileira
Foto: Lucas Figueiredo / CBF
Matheus Bachi, filho de Tite, é auxiliar técnico da seleção brasileira

Em meio à repercussão da postagem de teor homofóbico de autoria do jogador de vôlei Maurício Souza, duas curtidas ao conteúdo se destacaram: a do filho e auxiliar técnico de Tite na seleção brasileira, Matheus Bachi, e a do  volante do Palmeiras, Felipe Melo.

(Veja abaixo galeria de fotos de Maurício Souza)


Ambos se manifestaram positivamente diante da crítica que o central fez ao fato de uma nova história em quadrinhos retratar o filho do Super-Homem como bissexual.

Procurada, a CBF afirmou que "tomou conhecimento dos fatos e conversou diretamente com o funcionário citado, que reconheceu seu erro ao 'curtir' o post, pois não compartilha de tal opinião".

A entidade destacou ainda que "reforça seu compromisso com um futebol livre de qualquer preconceito ou discriminação. Por meio da campanha 'Todos Iguais', existente há quase uma década, defende um esporte solidário e que integre todas as cores, origens, crenças, gêneros ou condições físicas, utilizando como plataforma de divulgação suas competições e atividades da Seleção Brasileira".

Leia Também

Já o Palmeiras não se manifestou a respeito de Felipe Melo até a publicação da reportagem.

Tanto o volante quanto o auxiliar técnico da seleção brasileira curtiram também a postagem de Maurício desta quinta-feira, em que compartilhou uma imagem do Super-Homem beijando a Mulher Maravilha.

Posteriormente, após contato da reportagem com a CBF, Matheus Bachi deixou de curtir as postagens e deixou de seguir Maurício no Instagram.

Demissão e ida ao exterior
O caso ganhou proporção internacional. Depois da pressão exercida por patrocinadores, o Minas Tênis condicionou a permanência do jogador na equipe a um pedido público de desculpas e ainda requisitou que Maurício deletasse a postagem no Instagram.

Como o jogador, em vídeo, defendeu sua atitude,  e decidiu manter a postagem, o clube veio a público  comunicar sua demissão.

A tendência é que Maurício,  excluído pelo técnico Renan Dal Zotto da seleção de vôlei por causa do episódio, tente se transferir para um clube do exterior.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários