Cacau, Grazi e Gabi Zanotti, do Corinthians Feminino
Divulgação/Nike
Cacau, Grazi e Gabi Zanotti, do Corinthians Feminino

O futebol feminino vai estrear uma camisa de um grande clube pela primeira vez no Brasil. Hoje à noite, na final do Campeonato Brasileiro Feminino contra o Palmeiras, o  Corinthians vai lançar, oficialmente, seu uniforme de número 3, criado em homenagem às mulheres de sua torcida.

De acordo com uma pesquisa do IBOPE Repucom, as mulheres são 53% da torcida corintiana. A cor roxa foi escolhida por já ter representado os diversos movimentos feministas em todo o mundo ao longo da história, como forma de homenagear todas que "lutam pelo clube e seu espaço de futebol".

"Tudo isso que estamos vivendo é a realização de um sonho muito especial. É olhar para trás e ver que valeu a pena tanto esforço da nossa luta no futebol. Nunca deixamos de acreditar", diz Milene Domingues, embaixadora do Futebol Feminino do Corinthians.

Além das atletas Adriana, Cacau, Gabi Zanotti, do futebol feminino, e dos jogadores da equipe masculina do Corinthians Gabriel, João Victor e Giuliano, a embaixadora Milene Domingues, a jornalista Mari Palma, Arthur Elias, técnico do Corinthians Feminino, Kari Rodrigues, artista visual, Ana Carolina Sabadin, maquiadora, a torcedora Marina Silva e a promotora Gabriela Manssur, um dos maiores nomes na luta contra a violência contra a mulher no país, participaram dos cliques da campanha publicitária.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários