Leandro Castan nega ser homofóbico
Reprodução/Vasco
Leandro Castan nega ser homofóbico

Leandro Castan resolveu se manifestar sobre a declaração polêmica que deu na última quarta-feira,  de que usou a camisa do Vasco com as cores do arco-íris, em apoio à causa LGBTQIA+, por ter sido obrigado. Em entrevista ao programa "Os Cancelados", no Youtube, o zagueiro negou que seja homofóbico e disse que não teve intenção de ofender ninguém.

“Quem me conhece sabe da minha índole e da minha fé. Ser cristão é pregar o amor a todos. Para expressar meu amor eu não tenho que concordar com tudo. Tem coisas que eu não concordo, mas respeito. Sempre coloquei isso na minha vida, é aquilo que está na bíblia e eu creio. Deus abomina o pecado, mas ama o pecador. É simples, as pessoas estão querendo fazer uma coisa que não existe, me chamando de homofóbico…”, disse o camisa 5.

“Tem um exemplo que no Vasco tem uma pessoa que é homossexual. É uma pessoa que respeito muito e perguntei se a ofendi. Ela disse que em nenhum momento se ofendeu e sua atitude mostra que você é cristão. O que me define é que o Deus pensa de mim. As pessoas sabem o que eu sou. Meu juiz que responde por mim está lá em cima e não sou eu que vou julgar ninguém”, completou.

Você viu?

(Veja na galeria abaixo fotos do ex-zagueiro do Corinthians)


Castan também afirmou não ter sido repreendido em nenhum momento pela diretoria do Vasco por conta do assunto.

“Sobre o meu clube, quando surgiu tudo isso, tivemos uma conversa muito séria e deixaram me posicionar. Postaram que o Vasco é o clube da diversidade, eu sou diferente daquilo que foi feito aquele dia. Não tenho nada pra falar do Vasco. Tem me apoiado internamente", afirmou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários