Flamengo acelera documentação de Kenedy
Reprodução/Instagram
Flamengo acelera documentação de Kenedy

O Flamengo corre contra o tempo para finalizar a transferência do atacante Kenedy, emprestado pelo Chelsea, e registrá-lo para ter o jogador à disposição o quanto antes.

No entanto, embora viesse treinando normalmente na Inglaterra, Kenedy testou positivo para Covid-19 em contraprova confirmada nesta segunda-feira.

Assim, o Flamengo não poderá contar com o reforço na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, mesmo que o regularize a tempo. O prazo é o próximo dia 24.

(Veja na galeria abaixo fotos do atacante)


O time carioca enfrenta o Grêmio no dia 25, fora de casa. E a partida de volta está prevista apenas para o dia 15 de setembro, no Rio. Data possível para Kenedy atuar.

Você viu?

Assim como na eventual semifinal da Libertadores, uma semana depois, no dia 22.

Enquanto o jogador cumpre quarentena na Inglaterra, os clubes dialogam para colocar no papel as condições do empréstimo e fazer o registro do contrato na CBF.

O vínculo é válido por um ano, por R$ 3 milhões, descontados do possível valor de compra ao fim do mesmo contrato, que vale por 12 meses.

Se quiser comprar o jogador o Flamengo terá que pagar 10 milhões de euros, cerca de R$ 60 milhões. Não há obrigação de compra.

Já entre o clube e o jogador, o contrato prevê pagamento de salário, direito de imagem e comissionamento aos empresários.

A liberação de Kenedy só foi possível depois da intervenção do agente Giuliano Bertolucci, que tem contato direto com a direção do Chelsea. Bertolucci é parceiro do empresário Evandro Ferreira, que negociou o jogador do Fluminense para a Inglaterra em 2015.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários