Durcesio Mello presenteia Bolsonaro e agradece ‘apoio incondicional’ por clube-empresa
Divulgação
Durcesio Mello presenteia Bolsonaro e agradece ‘apoio incondicional’ por clube-empresa

Encontro de poderes. Após a sanção da lei que colocou regras para a transformação de clubes de futebol em empresas, Durcesio Mello, presidente do Botafogo se encontrou, acompanhado por uma comitiva, com Jair Bolsonaro, presidente do Brasil, na manhã desta quarta-feira, em Brasília.

O mandatário do Glorioso viajou para agradecer a Bolsonaro pela aprovação do projeto e pedir para que ele seja mantido como na esquete original, assim como informou em uma nota oficial divulgada durante a tarde.

- Estou muito honrado e feliz em poder ter colaborado com uma lei que vai ajudar a mexer com o futebol de todo o Brasil. O Botafogo é um time que está no coração de todos nós, em especial dos mais idosos, que acompanharam os bons tempos do nosso Botafogo, que fornecia craques para a Seleção. É um trabalho de muita gente, fico feliz de poder servir. Se Deus quiser o Botafogo vai ter bons momentos pela frente na primeira divisão, que é o lugar dele - afirmou Jair Bolsonaro.

Você viu?

Sem máscaras nas imagens divulgadas, Durcesio Mello entregou uma camisa, um casaco e um quadro de Mané Garrincha em fundo verde e amarelo a Jair Bolsonaro. Além do presidente, João Pedro Figueira e Frederico Bastos de Carvalho Filho, representantes do Conselho Deliberativo, e Jose Arthur Diniz Borges, consultor especial da presidência, estiveram presentes.

(Veja na galeria abaixo fotos de Bolsonaro com camisas de times brasileiros)


NOTA DO BOTAFOGO:

"O Presidente Durcesio Mello se reuniu no final da manhã desta quarta-feira, em Brasília, com o Presidente da República Jair Bolsonaro. Na ocasião, Durcesio reiterou a importância de que o projeto do clube-empresa — Sociedade Anônima de Futebol (SAF) — seja mantido no forma apresentada pelo Projeto de Lei 5516/19, de autoria do Presidente do Senado Rodrigo Pacheco e relatado pelo senador Carlos Portinho. Na última segunda-feira, Bolsonaro sancionou a lei, mas com vetos à proposta original.

Durcesio apresentou o posicionamento do Clube de defesa integral ao que havia sido deliberado no Congresso."


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários