Giggs
Reprodução
Giggs

O ex-jogador do Manchester United e ex-técnico da seleção do País de Gales, Giggs, se declarou inocente na sexta-feira, após ser acusado de agredir duas mulheres. 

O inglês compareceu ao Manchester Crown Court, os tribunais de Manchester, onde negou ter causado dano físico à sua ex-companheira Kate Greville, e à irmã dela, de 20 anos, em propriedade privada em Salford (Inglaterra).

Os acontecimentos teriam ocorrido em novembro passado e levaram Giggs a ser afastado do cargo de treinador da equipa do País de Gales , daí a sua ausência no último Campeonato da Europa. Ele também se declarou inocente de uma acusação de conduta coercitiva e controladora contra Kate durante a duração de seu relacionamento (2017-2020).

Vale lembrar que o irmão dele, Rhodri, já declarou que o atleta tem um vício em sexo e, inclusive, teve um caso com sua ex-esposa .

Esta foi a segunda aparição de Giggs, na qual ele se declarou inocente. O primeiro deles ocorreu em abril passado, quando ele foi libertado sob fiança. Na ocasião, a condição era não entrar em contato com nenhuma das vítimas e nem se dirigir a nenhum endereço onde fossem encontradas. O julgamento de Ryan Giggs acontecerá em janeiro do próximo ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários