Fortaleza vence o São Paulo no Morumbi, em partida marcada por mal súbito de massagista
Lance!
Fortaleza vence o São Paulo no Morumbi, em partida marcada por mal súbito de massagista


São Paulo perdeu por 1 a 0 para o Fortaleza , no Morumbi, neste sábado (17), em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o placar, o São Paulo segue na 14ª posição, com 11 pontos conquistados, enquanto o Fortaleza vai à vice-liderança, com 24 pontos somados nas primeiras 12 rodadas.

SÃO PAULO COMEÇA COM A BOLA E QUASE ABRE O PLACAR

Os primeiros minutos de jogo não foram de muita disparidade, mas mostraram um São Paulo mais ofensivo, ficando com a bola e criando oportunidades para tentar abrir o placar logos no começo da partida. Com trocas de passes interessantes e usando bem os lados do campo, a equipe foi superior nos minutos iniciais.

A equipe chegou bem ao ataque em lances com Igor Gomes e Rodrigo Nestor, que finalizaram bem, com o primeiro levando mais perigo e forçando boa defesa de Marcelo Boeck. Em outro lance, Reinaldo cobrou falta da lateral da área e levou muito perigo.

FORTALEZA CRESCE NA PARTIDA


Na metade final do primeiro tempo, o time do Fortaleza subiu de rendimento e passou a encaixar algumas boas oportunidades de ataque, principalmente utilizando passes verticais e velocidade para se infiltrara na defesa do São Paulo. Com o time da casa marcando a saída de bola com pressão, passar da primeira linha de marcação rendeu boas chances ao Fortaleza.

A equipe nordestina foi muito objetiva nos passes, com as jogadas passando por Robson. O time levou muito perigo após uma jogada ensaiada, na qual David se livrou do marcador encontrou Titi, que cabeceou com muito perigo, mas finalizou ao lado da meta de Tiago Volpi.

JOGO ESQUENTA NO FIM DO PRIMEIRO TEMPO

Os últimos minutos da primeira etapa foram de muita disputa. Com o Fortaleza equilibrando a partida, o ataque dos visitantes passou a levar muito perigo e, com velocidade, incomodou demais a defesa são-paulina. Com dificuldades na organização, a defesa do São Paulo cometeu muitas faltas, deixando o jogo esquentar e fazendo com que quatro cartões amarelos fossem distribuídos em apenas 9 minutos.

Um nome que esquentou o jogo foi o do atacante David, do Fortaleza, que caiu duas vezes na área, mas não foram dados os pênalti. O treinador do São Paulo, Hernán Crespo, se irritou com as duas quedas do jogador, cobrando uma punição por parte da arbitragem. A reclamação, porém, rendeu ao técnico argentino um cartão amarelo.

FORTALEZA COMEÇA O SEGUNDO TEMPO COM MAIS OFENSIVIDADE

A segunda etapa começou da mesma maneira que a primeira acabou, com o Fortaleza procurando mais o ataque e levando muito perigo ao São Paulo. Nos primeiros minutos do segundo tempo, o time visitante chegou muito bem no ataque com Robson, que recebeu a bola sozinho na área mas tentou ajeitar e acabou se complicando, finalizando de calcanhar para a defesa de Volpi.

Pouco tempo depois, David recebeu em velocidade, tinha espaço para finalizar no gol, mas preferiu o passe para o seu companheiro que chegava no meio da área. O passe saiu mal e Volpi defendeu com facilidade. Embora as finalizações tenham sido um problema, o Fortaleza utilizou muito bem os lados do campo e a velocidade para agredir uma defesa desorganizada do São Paulo.

FORTALEZA ABRE O PLACAR COM GOL DE ROBSON

A pressão no ataque e o maior volume de jogo do Fortaleza teve seu resultado aos 28 minutos do segundo tempo. Em uma falta na intermediária de ataque, o meia Lucas Crispim fez belo cruzamento e Robson cabeceou de costas para o fundo do gol. Com o placar aberto pelo Fortaleza, o São Paulo partiu para o ataque, tentando recuperar o empate.

MASSAGISTA DO SÃO PAULO TEM MAL SÚBITO E JOGO É PARALISADO

Aos 32 minutos do segundo tempo, o massagista do São Paulo, Marcelinho, sofreu um mal súbito e o jogo foi paralisado para o atendimento. Em um momento muito tenso, a comissão médica das duas equipes atenderam prontamente, mas a ambulância precisou ser empurradas por jogadores e funcionário para pegar no tranco, em uma demora inadmissível.

Com o apoio do Dr. Sanchez e da equipe médica, o atendimento foi feito, enquanto jogadores e funcionário observaram apreensivos. Marcelinho foi colocado na ambulância já acordado e se movimentando, sendo levado até o hospital São Luiz. Com isso, a partida ficou oito minutos paralisada.

JUIZ DÁ PÊNALTI PARA O SÃO PAULO, MAS VAR ANULA

Aos 49 minutos do segundo tempo, Gabriel Sara invadiu a área do Fortaleza e cruzou a bola para o centro dá área. A bola foi desviada por Titi e o juiz prontamente assinalou o pênalti, alegando que o defensor havia esticado seu braço, aumentando sua superfície de contato.

Entretanto, o VAR chamou o árbitro Savio Pereira Sampio, pedindo a correção do lance e, após a revisão, o pênalti foi corretamente anulado, pois a imagem constatou que Titi deixou o braço colado ao corpo.

FORTALEZA QUASE AMPLIA NOS MINUTOS FINAIS

Aos 57 minutos do segundo tempo, em ataque veloz do Fortaleza, Romarinho foi lançado em velocidade e tocou para Torres que, com liberdade, finalizou para o gol, forçando Volpi a fazer uma grande defesa.

FIM DE JOGO

A partida terminou com a vitória do Fortaleza por 1 a 0, no Morumbi. O placar traduziu bem um jogo onde o Fortaleza soube se arrumar e atacar com muita organização, levando mais perigo que o São Paulo, que foi pouco objetivo quando teve superioridade, e aproveitando melhor as oportunidades, abrindo o placar. O time visitante dominou o segundo tempo do jogo.

O São Paulo agora volta a campo na próxima terça-feira (20), às 21h30, para enfrentar o Racing, da Argentina, no estádio El Cilindro, em Avellaneda, pela partida de volta das oitavas de final da Libertadores. Já o Fortaleza joga apenas no próximo domingo (25), às 16h, contra o Red Bull Bragantino, pela 13ª rodada do Brasileirão. O jogo acontece na Arena Castelão e marca uma briga na parte de cima da tabela.



SÃO PAULO X FORTALEZA
Local: Estádio do Morumbi
Data e horário: 17 de julho de 2021, às 17h
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Gols: Robson (28'/2ºT) (0-1)
Cartões Amarelos: Rojas, Crespo (treinador), Léo e Galeano, (SAO), Titi e David (FOR)
Cartões Vermelhos: -

SÃO PAULO
Volpi; Bruno Alves, Arboleda e Léo; Galeano (Vitor Buenos, aos 24'/2ºT), Luan, Rodrigo Nestor (Gabriel Sara, aos 24'/2ºT), Igor Gomes (Talles Costa, aos 24'/2ºT) e Reinaldo; Rojas (Benítez, aos 16'/2ºT) e Pablo (Marquinhos, aos 16'/2ºT).
Técnico: Hernán Crespo

FORTALEZA
Marcelo Boeck; Tinga, Benevenuto e Titi; Ronald (Matheus Jussa, aos 42'/2ºT), Ederson, Yago Pikachu, Lucas Crispim e Matheus Vargas (Romarinho, aos 26'/2ºT); David (Osvaldo, aos 28'/2ºT) e Robson (Igor Torres, aos 42'/2ºT).
Técnico : Juan Vojvoda.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários