Santos venceu o Independiente, mas resultado gerou polêmica
Reprodução / Twitter Conmebol
Santos venceu o Independiente, mas resultado gerou polêmica

O Independiente vai entrar com uma reclamação na Conmebol sobre  a partida contra o Santos, ontem (15), pela Copa Sul-Americana. Os argentinos alegam que o atacante Kaio Jorge foi escalado irregularmente. A informação é da emissora 'Directv Sports Argentina'.

A equipe afirma que o jovem atacante do Santos, autor do gol da vitória por 1 a 0, deveria ter cumprido suspensão na partida por acúmulo de cartões amarelos. Kaio Jorge recebeu três amarelos na fase de grupos da Libertadores.

(Veja na galeria abaixo fotos do confronto)


De acordo com o regulamento da Libertadores, "os jogadores e/ou oficiais daquelas equipes que, através da presente edição da Conmebol Libertadores, se classifiquem para a Conmebol Sul-Americana do mesmo ano, se encontrem com sanções pendentes de cumprimento, como consequência de expulsões ou qualquer tipo de sanção recebida dos órgãos judiciais, deverão cumprir obrigatoriamente tais sanções no mesmo ano da Conmebol Sul-Americana”.

Você viu?

O Código Disciplinar da Conmebol, porém, diz outra coisa. O artigo três do documento esclarece que "a suspensão atribuída a um jogador, devido ao acúmulo de cartões amarelos, em partidas diferentes na mesma competição, em nenhum caso será transferido para outra".

O Peixe se manifestou em nota oficial, e afirmou que o jogador estava apto para a partida.

Leia a nota oficial do Santos sobre o caso:

"O Santos FC esclarece que o atacante Kaio Jorge estava apto a jogar diante do Independiente, da Argentina, pela Conmebol Sul-Americana, na quinta-feira, dia 15, na Vila Belmiro. Para evitar qualquer dúvida, o Clube formalizou consultas oficiais à Conmebol em relação à escalação dos atletas Kaio Jorge e Camacho. Nas duas situações, a resposta da entidade, como o Santos já esperava, foi positiva em relação à escalação dos atletas.

Kaio Jorge levou o terceiro amarelo na última partida do Clube pela Conmebol Libertadores, contra o Barcelona, no Equador, mas pelo artigo 75.3 do Código Disciplinar da Conmebol – “a suspensão imputada a um jogador, por acúmulo de cartões amarelos, em partidas distintas, em uma mesma competição, em nenhum caso será transferida para a outra competição”.

Já no caso de Camacho, o Santos FC está amparado pelo artigo 3.7.4.1 do Manual de Clube da Conmebol Sul-Americana. O Santos FC reitera que tanto o Departamento de Futebol, quanto o Departamento Jurídico, tiveram todo o cuidado prévio em cada situação, a fim de evitar prejuízos ao Clube."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários