Cássio
Agência Corithians
Cássio

A justiça condenou o torcedor do Corinthians , Willians Santos da Silva, de 35 anos, a uma pena de um ano, um mês e dez dias de prisão em regime semiaberto, por invadir uma partida em 2019 para abraçar o goleiro Cássio . A informação é do colunista Rogério Gentille, do UOL.

O caso ocorreu na Neo Química Arena, quando o alvinegro disputava a semifinal da Copa Sul-Americana contra o Independente Del Valle. Ao entrar no gramado, Willians foi em direção a Cássio, tentando abraçá-lo, entretanto, foi contido por seguranças antes de ultrapassar a linha de campo, sendo detido e posteriormente processado.

Veja galeria de fotos do goleiro

O torcedor disse em depoimento que queria somente tirar uma foto com o goleiro. Além disso, apontou que foi agredido pelos policiais ao ser levado ao posto de atendimento, fato que foi rebatido pelo juiz José Fernando Steinberg, que alegou não haver lesões constatadas nos exames feitos no Instituto Médico Legal.

Com a decisão, o torcedor pode trabalhar e estudar durante o dia, mas deve  retornar a uma colônia penal agrícola, industrial ou em estabelecimentos similares para passar a noite.

Você viu?

A defesa do torcedor considerou injusta a pena, uma vez que não houve dano aos jogadores, já que o acusado foi barrado antes de avançar para o campo. Willians ainda pode recorrer da decisão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários