Ellidy Vlug
Instagram
Ellidy Vlug

Quase um anos após a sua morte, o consagrado atleta Alex "Chumpy" Pullin, duas vezes campeão do mundo de snowboard cross e que foi encontrado morto em uma praia da Austrália , realizará o sonho de ser pai.

A informação foi confirmada pela sua companheira de oito anos, Ellidy Pullin, em postagem emocionante e surpreendente nas redes sociais. Na mensagem, ele explicou todo o processo que levou à recuperação do esperma do ex-atleta e a tentativa bem-sucedida de conceber por fertilização in vitro.

(Veja na galeria abaixo fotos do ensaio e do casal)

“Bubba chegando em outubro. Seu pai e eu sonhamos com você há anos. Com uma reviravolta na história de partir o coração no meio, estou honrada em finalmente dar as boas-vindas a uma parte do fenômeno que é o Chumpy de volta ao mundo", escreveu ela.

Em entrevista, ela contou mais detalhes. “Quando meu amor sofreu o acidente, todos nós mantivemos a esperança de que eu estaria grávida naquele mês. Estávamos tentando ter um bebê. A fertilização in vitro estava em nossas cartas, mas era algo que eu jamais imaginei que enfrentaria sozinha", revelou a modelo.

Porém, para realizar o sonho, Ellidy teve que enfrentar um grande processo para recuperar espermatozoides saudáveis ​​do corpo de Pullin, nos dias após o acidente.

“Nas semanas após a morte, eu desejei a Deus que estivesse grávida. Apenas orei por este pequeno milagre. Todos sabiam que estávamos nos esforçando para ter um bebê e já tentávamos há anos. Felizmente, até 36 horas após a morte, a legislação em Queensland permite recuperar o esperma do corpo de uma pessoa falecida. Conseguimos nos apressar, os pais de Chumpy estavam na cidade e todo mundo se esforçou para assinar os documentos judiciais, documentos legais e lidar com os legistas, os advogados e os médicos. Não consigo nem acreditar que estou contando essa história", revela.

Ellidy disse que não tinha conhecimento do processo de recuperação do esperma e queria alertar o mundo para essa possibilidade. “É a coisa mais agridoce do mundo e é uma montanha-russa emocional completa, mas este é o meu maior presente. A vida é literalmente uma loucura, mas vamos ter nosso bebê. É tão irreal e tão emocional", completou.

Você viu?

Ellidy, que disse que o sexo do bebê permanecerá um segredo, anunciou a notícia com imagens de uma sessão de fotos ao lado de seu cachorro Rummi, o ‘ajudante’ de Pullin e que emocionou o mundo ao ficar ao lado do corpo do atleta durante o seu enterro .

A lembrança de um ano da morte, em 8 de julho, será marcado por homenagens de amigos, família e fãs.

Relembre o caso

O australiano  Alex Pullin foi encontrado morto em uma praia de Palm Beach, no sul de Queensland, na Austrália, quando pescava com um arpão.

Aos 32 anos, ele foi avistado por um mergulhador pouco antes das 11 horas. Os serviços de emergência foram chamados e submeteram o atleta a uma massagem de ressuscitação cardiovascular, mas, não conseguiram salvar sua vida. As investigações confirmaram que ele morreu por conta de um afogamento.

Pullin foi o porta-bandeira da Austrália nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi-2014.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários