Jovair Arantes
Câmara dos Deputados
Jovair Arantes

O presidente do conselho deliberativo do Atlético-GO posicionou-se de maneira afrontosa contra Casagrande , ex-jogador e comentarista da Rede Globo.

Casagrande criticou a atitude co clube ao aceitar e tomar as vacinas contra a Covid-19 semana passada, no Paraguai, definindo ação como "falta de empatia" e como "um absurdo. Como forma de se defender, Jovair Arantes usou uma questão pessoal de Casão como argumento.

"Vou falar de um dos que fizeram as críticas, o Casagrande . Se perguntassem se buscar cocaína no Paraguai era bom, ele falaria que é, porque ele é viciado em droga e não está acostumado com preparo físico, com respeitar vidas, com preservas vidas", disse o presidente para rebater. Jovair, também ex-deputado federal, ainda complementou dizendo que ações como essa são essenciais para a economia do país.

"O que o Atlético-GO fez, e fez muito bem, foi vacinar lá, porque é uma vacina oferecida pela Conmebol, sem nenhum centavo do Brasil. Com esse volume de vacinas que estamos tomando, é economia para o Brasil, e nós entendemos que a prática esportiva tem que ser preservada também, como a vida", completou.

Você viu?

Além de Casagrande , o governo nacional também foi criticado em sua fala, dizendo que o próprio Atlético-GO foi responsável pela compra dos imunizantes.

"O governo brasileiro, me desculpe, imbecilmente não permite que se comprem as vacinas. Se permitissem, o Brasil já estava quase todo vacinado. Eles ficam fazendo guerra política em vez de procurar trazer vacinas", completou.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários