Derby
Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians
Derby

O primeiro derby do Brasileirão Feminino terminou com um empate de 1 a 1, no último domingo, com gols de Bruna Calderan (Palmeiras) e Vic Alburqueque (Corinthians).

Atualmente, as duas equipes são as melhores colocadas na tabela, o Palmeiras  manteve a liderança e o Corinthians  está logo atrás. O jogo contou, nas arquibancadas, com a presença de Pia Sundhage , técnica da Seleção Brasileira Feminina .

Em uma partida bem equilibrada, o primeiro tempo foi bem movimentado, com boas tentativas de finalização das duas equipes. Porém, gols mesmo somente no segundo tempo.

O grande destaque do jogo foi Calderan , a palestrina salvou a bola de cruzamentos perigosos e de algumas tentativas de gol do Timão, além de marcar o primeiro da partida. O Corinthians , por sua vez, destacou-se de forma coletiva, principalmente na boa formação da defesa.

O Palmeiras sentiu grandes dificuldades de infiltrar, além de ter sofrido grande pressão, mesmo com a adoção de uma marcação mais alta. Além disso, o  Corinthians  esteve melhor no segundo tempo, mas uma pequena falha na zaga fez com que Calderan inaugurasse o placar para o alviverde.

Após o primeiro gol, o Corinthians adotou uma postura mais ofensiva, com algumas substituições, entre elas, a entrada de Vic Albuquerque , responsável pelo empate da equipe.

Você viu?

Quanto a posse de bola, a partida manteve-se bem equilibrada. O jogo permaneceu muito disputado, embora às vezes o Corinthians sentisse alguma dificuldade quanto as bolas paradas.

O primeiro derby do Campeonato Brasileiro Feminino assegurou a liderança do Palmeiras na tabela, com 14 pontos, que segue sem nenhuma derrota até então. O Corinthians, campeão no ano passado, ficou com 13.


Polêmica na escalação

A atacante Chú, do Palmeiras, envolveu-se em uma polêmica nas redes sociais ao manifestar-se sobre a morte do humorista Paulo Gustavo , que teve sua vida ceifada em decorrência da Covid-19.

A jogadora disse que “ele estaria no inferno” por conta de sua religião e orientação sexual em uma postagem que o comparava com o religioso Irmão Lázaro. A atitude gerou uma reação em massa nas redes sociais que cobraram uma atitude oficial do time, mas, a única resposta foi que tudo seria resolvido de forma interna. A jogadora, por sua vez, continuou como titular.

A equipe do Corinthians realizou um ato ao entrar na partida prezando pelo conceito de “amor é amor”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários