FPF
FPF
FPF


Após nova reunião com os clubes, na manhã desta segunda-feira (29), a Federação Paulista de Futebol (FPF)  organizou um novo protocolo de segurança, mais rígido, que será entregue ao Ministério Público de São Paulo . A ideia é convencer o órgão a liberar a retomada do Campeonato Paulista no estado.

Participaram do encontro virtual os clubes da Série A1 do estadual e os Sindicatos dos Atletas, dos Árbitros e dos Treinadores do estado. No novo protocolo desenvolvido e aprovado pelas 16 agremiações que disputam a competição, ficou estabelecido um corte radical no número de pessoas envolvidas nas partidas e a organização de ambientes controlados, em que os clubes fiquem isolados e só se desloquem para as partidas. Além disso, o documento estipula uma frequência maior na realização dos testes de Covid-19.

Esse novo protocolo será entregue pela FPF ao Ministério Público ainda nesta segunda-feira (29), em mais uma tentativa do reestabelecimento da competição. Uma nova versão das medidas de segurança já havia sido entregue ao MP, no início do mês de março, quando o governador João Dória anunciou a paralisação do futebol no estado.

Você viu?

VETO DURADOURO

A realização de eventos esportivos em São Paulo está proibida pelo governo desde o dia 11 de março, em atendimento a pedido do Ministério Público . Ela faz parte de um amplo pacote de restrições para tentar frear a aceleração de casos de Covid-19 no estado. Na semana passada, o governador João Dória (PSDB) anunciou a extensão das medidas emergenciais até 11 de abril, e manteve o veto aos jogos.

Desde que as medidas foram decretadas, a Federação vem tentando manter a competição em andamento. Duas partidas foram chegaram a ser realizadas em Volta Redonda, no Rio de Janeiro - Mirassol 0 x 1 Corinthians, pela quinta rodada, e São Bento 1 X 1 Palmeiras, pela terceira rodada. Até o momento, a competição teve quatro rodadas completas e apenas um jogo da quinta rodada. A Federação tem manifestado a intenção de manter a previsão de que a decisão do certame aconteça no dia 23 de maio.

Leia na íntegra a nota divulgada pela Federação Paulista de Futebol:

" A Federação Paulista de Futebol , os 16 clubes do Paulistão Sicredi, os Sindicatos dos Atletas, dos Árbitros e dos Treinadores se reuniram virtualmente nesta segunda-feira. Abaixo, as deliberações deste encontro:

• O Comitê Médico da FPF , presidido pelo Prof. Dr. Moisés Cohen, se reuniu na última semana com os médicos dos 16 clubes da competição. Do encontro, a partir do agravamento da pandemia, foi definido um aprimoramento do já rigoroso Protocolo de Saúde da competição. O modelo prevê a organização de ambientes controlados, em que os clubes ficarão isolados em centros de treinamento ou hotéis, se deslocando apenas para os jogos. O documento cita ainda maior frequência de testagens, redução de efetivo de pessoas nos jogos, entre outras medidas de controle. O conceito será levado ao Ministério Público Estadual, em reunião a ser realizada nesta noite, e ao Governo do Estado de São Paulo;

• Os clubes e a FPF ressaltam que este cenário com a renovação da fase emergencial gera um enorme retrocesso no controle de saúde dos atletas e comissões técnicas, além de um enorme prejuízo técnico. Por esta razão, a FPF e os clubes apresentarão ao Ministério Público e ao Governo do Estado de São Paulo a necessidade de realizar partidas da competição no Estado de São Paulo até 11 de abril, sob este protocolo aprimorado e seguro do ponto de vista médico;



• O Futebol Paulista , sob este mais rigoroso protocolo, seguirá contribuindo para o controle e prevenção do agravamento da pandemia, com testagens constantes em atletas, comissões técnicas e funcionários dos clubes, especialmente dos assintomáticos (maioria dos atletas)."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários