Cartolouco
Instagram
Cartolouco

Inscrito no Campeonato Carioca pelo Resende , o agora jogador profissional, Lucas Strabko , conhecido como Cartolouco , falou com exclusividade com o IG Esportes sobre as suas expectativas nos campos e aproveitou para alfinetar o “esquecimento” da Rede Globo, emissora onde inicio a carreira de sucesso.

“A sensação de ser inscrito no Resende foi uma das mais malucas da minha vida. Hoje sou jogador profissional de futebol. Minha recepção foi maravilhosa no clube. Fiquei parceiro de todos os jogadores, molecada sensacional, elenco muito trabalhador, muito aguerrido. Galera dá a vida pelo Resende . Infelizmente, a gente ainda não engrenou na tabela, apesar que estamos bem. Vamos brigar lá em cima por esse Carioca”, afirmou ele.

 Jornalista de formação, ele assume que a carreira de futebol é fascinante, mas garante que nunca perdeu o amor pela profissão e afirma que pretende voltar um dia.

 “Tenho sete anos trabalhando na área, eu amo o jornalismo, não vou largar de jeito nenhum, mas posso seguir colocando futebol dentro a minha profissão através dessas vivências que terei no Resende”, diz.

 A passagem nos vestiários, aliás, deve trazer benefícios para Cartolouco no jornalismo, já que agora está vivendo na pele o que os jogadores passam. “Nunca tinha vivenciado por dentro um vestiário, os treinos, a vida que eles levam lá dentro. Minha visão mudou completamente, por exemplo, em relação a como é um vestiário depois de uma vitória ou de uma derrota. O ambiente de futebol, quando perde e quando ganha, muda demais. As pessoas acham que quando o cara perde ele não liga. Liga muito. Passei a entender muito mais de dentro do que eu pensava que entendia. Todo jornalista esportivo devia ter um intensivão dento de um clube para saber como realmente é. O jornalista fala muito baseado no resultado, nos 90 minutos, mas o futebol é completamente além dos 90 minutos. Futebol é uma grande ilusão. Para chegar onde os caras do Resende estão é muito difícil”, comenta.

Apesar da nova experiência ser aprovada pela maioria do público, a chegada de Cartolouco a um time profissional gerou comentaristas contrários, entre eles, do ídolo do Flamengo Zico . Na semana passada, após a confirmação que o jornalista estava relacionado para a partida contra o Flamengo, ele foi criticado por Zico . "É realmente eu larguei na pior hora. A hora que eu podia me profissionalizar. Youtubers cantando oportunidades, mesmo não merecendo, tirando o emprego de quem precisa, esse momento maravilhoso que engrandece nossa fama de irresponsáveis", disse o ex-jogador em seu canal.

Ao ser indagado sobre sua reação e desfecho, Cartolouco contou como se sentiu. O jogador e criador de conteúdo alegou não ter se abalado com críticas, inclusive, as viu com bons olhos.

“Eu amei. Ver Eric Faria, Zico, falando de mim... Sensacional. Os caras são referências nas áreas deles. Só agradeço pela moral e pela mídia. Não fiquei chateado com o Zico, conversei com ele. Está tudo bem, gosto muito dele, um cara sensacional e gente boa, entendi o ponto dele. Discordo, mas entendo o ponto dele. O que eu quero mostrar é uma realidade boa do Campeonato Carioca, mostrar que não é um campeonato como as pessoas falam que está acabado. É um campeonato glamoroso, muito grande, segundo maior estadual do Brasil. Quero mostrar a realidade dos clubes pequenos, humanizar os jogadores. Vai muito além de jogar ou não. As pessoas preferem entrar no raso do que se aprofundarem e entender o que está acontecendo”, comenta sobre críticas recebidas.

Veja abaixo mais assuntos abordados por Cartolouco:

Você viu?

 Globo

 Contratado inicialmente como estagiário, em 2015, Cartolouco deu os primeiros passos em sua carreira como jornalista esportivo na emissora carioca. Suas reportagens eram famosas por integrar jornalismo e humor. Sua saída se deu em 2020, no mês de abril, e gerou muita polêmica.

 “Minha relação com a Globo é boa. Não sai brigado com ninguém, falo com as pessoas direto lá, meus ex-chefes. Está tudo bem. Me chateio porque a Globo foi a única emissora que não falou nada sobre essa história no Resende. Record, SBT, UOL, iG, Terra, Lance, ESPN, Fox, TNT Sports. Todas, sem exceção, falaram. Eu dei minha vida pela Globo, hoje eles tratam assim. Parece quando você briga com a ex e fica aquela coisa. Uma bobeira. Sempre falo muito bem da Globo, todas às vezes. Uma baita empresa para trabalhar, fui muito querido ali, me deu muita oportunidade. Me abriu muitas portas e fez eu realizar o sonho da minha vida. Minha relação com as pessoas é ótima, mas acho que ficou um tipo de birra comigo por parte da instituição”, desabafa

 A Fazenda

 Cartolouco participou da décima segunda temporada de “A Fazenda”, em 2020, onde enfrentou uma roça ao lado de Biel e Jojo Toddynho. Para ele, embora tenha sido uma experiência marcante, ela não influenciou suas escolhas e sua carreira hoje em dia. Ele disse ter a necessidade de desmembrar um pouco sobre a visão de si como fazendeiro e criar outra, que fosse, além disso.

“O reality show te dá uma visibilidade muito grande, mas você tem que ter um trabalho depois para continuar, fazer e chamar atenção. Não adianta ir para lá e ser um eterno ex-fazendeiro. As pessoas já esqueceram dessa história da Fazenda e falam muito mais do Resende. Os caras como Chico Barney, Fefito, primeiro deveriam viver um reality para poder falar. Só quem está lá dentro sabe”, declara.

Futuro no Resende

Registrado na CBF e podendo encarar jogos de forma oficial, Cartolouco diz que está se preparando seriamente para enfrentar o Campeonato Carioca 2021.

 “Estou me preparando para isso, treinando para isso, para acontecer, para dar certo e ter a experiência do que é jogar algo profissional. Não é brincadeira essa história de jogador de futebol, estou buscando tudo isso. Quero representar muito bem a camisa do Resende. Toda noite penso: ‘Meu Deus e se eu fizer um gol’, é loucura, imagino muito isso”, finaliza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários