FPF e clubes buscam alternativas
Lance!
FPF e clubes buscam alternativas


O Ministério Público negou na noite desta segunda-feira (15) o pedido da Federação Paulista de Futebol (FPF) para reavaliar a paralisação do Campeonato Paulista pelos próximos 15 dias. Nesta terça-feira (16), a FPF e os times irão se reunir para tratar de alternativas, entre elas, a realização de partidas fora de São Paulo

Durante reunião com os envolvidos, a Federação apresentou um protocolo específico para a fase emergencial decretada no estado de São Paulo , que passou a valer nesta segunda-feira e se estende até o próximo dia 30. As principais medidas apresentadas são redução de 75 para 33 jogos no período, sendo 25 da Série A1, 8 da Série A2 e pausa na Série A3.

Haverá também reforço no sistema de “bolha” para a realização dos jogos, testagem para a covid-19 antes e depois das partidas, além de redução de 70% do efetivo de funcionários nos estádios. A FPF também anunciou o trabalho da Polícia Militar e da Guarda Civil para evitar aglomeração da torcida e entrada dos jogadores em campo de máscara, como forma de conscientizar os torcedores sobre o uso do equipamento de proteção.

Na reunião que aconteceu na manhã desta segunda, foi definido que o MP decidiria sobre a manutenção da pausa de duas semanas do Campeonato Paulista. A recomendação pela paralisação partiu do Ministério. Na última quinta-feira (11), após o anúncio da paralisação, a Federação informou aos clubes, em reunião, que outros Estados se ofereceram para receber os jogos do Paulistão. Até agora, foram disputadas apenas 4 das 12 rodadas previstas na primeira fase da competição.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários