Jô
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians


Cláudia da Silva, esposa do atacante , fez um desabafo em sua conta no Instagram e criticou torcedores do Corinthians . Ela disse que vem recebendo diversos ataques em mensagens na rede social. Ela conta com cerca de 26 mil seguidores.

"Um recadinho para você torcedor modinha, torcedor fanfarrão, em que o gol é que vale e não a experiência, a história do jogador. Meu marido acabou de bater um pênalti, que não foi muito bem batido, mas com a experiência dele e com Deus ele sabia que a bola voltaria. Ele é o . A história dele ninguém vai apagar. Muito me assusta os torcedores corintianos serem tão ingratos com ele, pela história no clube", disse Cláudia, referindo-se ao gol da vitória sobre a Ponte Preta , no último domingo, quando errou pênalti, mas pegou o rebote e marcou.

Você viu?

"Não adianta mandarem directs, ficarem a semana toda me atormentando. Eu bloqueei comentário, mas vocês ficam o tempo todo atormentando a minha família, falando que meu marido está gordo, que ele não é o mesmo de 2017. Óbvio, estamos em 2021, eu não sou a mesma de 2017. Vocês têm que entender que a carreira de um jogador é feita de altos e baixos, existe um ser humano, existe sentimento, eles não são máquinas. Infelizmente a alegria do torcedor é quando a bola entra no gol e levanta o troféu para bater no peito que é corintiano. Mas não se esqueça que ele também é corintiano, ele também sofre quando o Corinthians perde, quando não consegue dar o melhor. Mas vocês não vão frustrar a vida do meu marido, ele ainda tem muita história para ser escrita", acrescentou.

Após a vitória sobre a Ponte Preta, Jô voltou a receber elogios do técnico Vagner Mancini . O treinador valorizou a importância do atacante de 33 anos para o elenco alvinegro.



"Não tenha dúvidas que é uma peça fundamental dentro do Corinthians . Ele tem uma experiência muito importante, atleta que quando fica no banco de reservas fica falando, orientando, gesticulando para os atacantes mais jovens. Os meninos que estão no elenco, ele para, fala, orienta. é prata da casa, iniciou a sua carreira no Corinthians , com 16 anos. Já falamos no elenco que muitos deles estão fazendo o que o Jô fez há tantos anos atrás. A entrada dele acabou sendo benéfica porque a chuva veio nessa hora e o campo ficou impraticável. Ele tem como ponto forte o jogo aéreo, onde conseguimos sufocar a Ponte Preta. O Jô é peça importante do nosso elenco, todas as equipes gostariam de ter esse perfil no dia a dia, essa qualidade dentro de campo, acaba sendo decisivo, porque disso vem muitas coisas, não só dentro de campo, mas ele está sempre pronto a tudo o que você pede, chega no clube cedo e é o último a sair, e isso acaba gerando em quem está convivendo com ele uma amizade muito forte e um sentimento muito bacana, de quem ama o clube e quer estar ali", disse o treinador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários