Pepê
Reprodução
Pepê

Grêmio  sacramentou a venda de Pepê para o Porto , de Portugal, nesta quinta-feira, poucas horas antes de a bola rolar contra o Flamengo , às 20h, na Arena do Grêmio , em jogo adiado pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro . No acerto, ainda não oficializado entre os clubes, o Tricolor Gaúcho aceitou a redução do percentual sobre os direitos do atacante para 12,5%, visando uma futura negociação. A transação foi fechada em 15 milhões de euros (R$ 95 milhões).

O Grêmio tem 70% dos direitos econômicos de Pepê , enquanto o Foz do Iguaçu, o restante. Embora contrariada, a torcida gremista estava conformada com a possibilidade da venda de Pepê . A boa notícia é que a transferência para a Europa seria concluída apenas na reabertura da janela de transferências na Europa, em julho. Portanto, Pepê está mais do que garantido na reta final do Campeonato Brasileiro e na final da Copa do Brasil contra o Palmeiras, nos dias 11 e 17 de fevereiro.

'Herdeiro' da posição de Everton Cebolinha , negociado com o Benfica , arquirrival do Porto, a pedido de Jorge Jesus , que comandou o Flamengo entre 2019 e 2020, Pepê vive um momento de cobrança pelas apagadas atuações na semifinal da Libertadores , contra o Santos . Sem marcar desde 19 de dezembro, quando fez de pênalti no empate em 1 a 1 com o Sport, o atacante recebeu um recado do técnico Renato Gaúcho.

"Tem certas coisas que eu falo somente com o presidente, com a diretoria. Trocamos ideias aqui dentro, resolvemos problemas aqui. Não adianta expor algumas coisas que acontecem dentro do clube. Uma pergunta que vocês poderiam fazer é para o empresário do Pepê. Ele vinha jogando, nos ajudando, fazendo gols, tendo grandes atuações. Foi só falar que tinham várias propostas que deu no que deu", disse Renato.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários