Lance

Marcus Molinari
Reprodução
Marcus Molinari


Uma das vítimas da tragédia com o avião que levava o presidente do Palmas e mais quatro jogadores para uma partida da Copa Verde neste domingo teve uma rápida passagem pelo Santos B , em 2019.


Marcus Molinari chegou ao Santos em 2018 para um período de avaliação depois de passagens por Villa Nova (MG) e Araxá (MG) . Atacante canhoto, ele era chamado de Marcus Vinícius e foi aprovado pelo então técnico do time Sub-20, Lendro Mehlich . Assinou um contrato até o final de 209, mas jogou apenas uma partida pelo clube, diante do Vitória, pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes .

"Cheguei no Santos em abril e ele estava em avaliação. Era um centroavante canhoto, mas fisicamente não estava bem. A gente deixou ele cerca de um mês se preparando física e tecnicamente. Ele tinha uma boa finalização e isso chamou nossa atenção. Nós acabamos aprovando. Ele entrou um pouco contra o Vitória no final. Contra o Grêmio , ele seria titular porque o Diego Cardoso tinha ido viajar com o profissional para o México, mas e sentiu uma lesão no aquecimento e acabou não voltando mais. Era um atleta tranquilo, procurava fazer o máximo, educado, pedia sempre orientação. Foi uma passagem curta, mas agradável. Uma pena. Que deus conforte a família", afirmou Leandro Melich, que atualmente está no Ska Brasil, time do ex-jogador Edmílson.

Você viu?

Depois de deixar o Santos , Marcus Molinari atuou por Tupi, Ipatinga, Tupynambás e Palmas . Ele enfrentaria o Vila Nova, pela Copa Verde , mas o avião que levava ele, outros três jogadores e o presidente do Palmas, além do piloto, explodiu no ar logo após a decolagem.

No Santos , Marcus atuou ao lado de jogadores como o goleiro John, o zagueiro Sabino, hoje no Coritiba, meia Anderson Ceará , entre outros. Alguns ex-companheiros publicaram mensagens de luto nas redes sociais. O Santos fez uma nota no Twitter declarando solidariedade ao Palmas , mas sem citar a passagem de Marcus pelo clube.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários