Lance

Independente
Reprodução
Independente


A manhã desta sexta-feira (22), foi marcada por um protesto de torcedores do São Paulo no CT da Barra Funda . Com faixas, eles pediram as saídas do técnico Fernando Diniz e o meia Daniel Alves , camisa dez e capitão do time.



Durante o programa 'Os Donos da Bola', da TV Bandeirantes , alguns diretores da Torcida Independente , que organizou o protesto, explicaram alguns motivos que fizeram os torcedores estarem cobrando a diretoria, comissão técnica e jogadores.

"A nossa indignação é com o time, com o técnico e com a diretoria. Ontem, o Daniel Alves deu uma entrevista falando que o grupo não gostou que saiu um diretor. Mas como que um diretor mexe com um ano todo de trabalho do time? Os jogadores pararam de correr, o treinador não consegue ter o time na mão... Queremos saber o que está acontecendo com o São Paulo ", afirmou Gersinho , um dos diretores da Independente.

Vale ressaltar que, na entrevista coletiva concedida ontem, o camisa dez e capitão da equipe, Daniel Alves, afirmou que gostaria da permanência do ex-diretor de futebol, Alexandre Pássaro. Essa questão também foi levantada por Samuca, outro diretor da organizada.

"Sempre apoiamos, até mesmo na derrota para o Grêmio . A gente sabe que os jogadores não estão satisfeitos com a saída do Pássaro. Nós apoiamos eles o ano inteiro, mesmo com algumas eliminações. Agora, faltando dez jogos para terminar o campeonato e estamos doze anos na fila, estamos com maus resultados", afirmou o dirigente.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ver a torcida jogando milhos de pipoca e gritando 'time pipoqueiro'. “ Diniz, c****, pede demissão ”, “vergonha, vergonha, vergonha, time sem vergonha” e “Daniel Alves, vai se f****, o meu São Paulo não precisa de você” foram alguns cânticos usados pelos torcedores são-paulinos.

Você viu?

O São Paulo vive fase ruim na temporada. Após ser goleado por 5 a 1 para o Internacional no Morumbi, a equipe perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro , onde chegou a ter vantagem de sete pontos.

Após a derrota, cresceu a pressão sobre o trabalho do técnico Fernando Diniz , que foi mantido no cargo. Na última quinta-feira, o diretor executivo Raí e o capitão Daniel Alves concederam entrevista coletiva e ressaltaram a confiança que possuem no trabalho do treinador, que dirige o São Paulo desde 2019.

A prova de fogo deve ser contra o Coritiba , no próximo sábado (23), às 19h, no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro . Uma derrota pode decretar a saída da comissão técnica do São Paulo e agravar a crise.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários