Dudu
Reprodução
Dudu

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) encerrou o inquérito e  declarou inocente o ex-jogador do Palmeiras  Dudu  das acusações de agressões que teriam sido cometidas contra a sua ex-esposa, Malu Ohanna.

De acordo com o documento divulgado, não haveriam provas suficientes para acusar o jogador. "Diante do que se apurou, no curso das investigações, com fulcro na análise técnico-jurídica preconizada no artigo 2°, §6°, da Lei 12.830/2013, impele concluir que não há elementos para o indiciamento de Eduardo Pereira Rodrigues", diz o documento.

Partindo da decisão estabelecida, o Ministério Público pode avançar sobre o caso, podendo abrir uma investigação contra Mallu de "falso testemunho" e "denúncia caluniosa" .

Você viu?

De acordo com os inquéritos abertos, as imagens das câmeras de segurança do prédio da ex-esposa de Dudu e os depoimentos das testemunhas não foram suficientes para que a acusação contra o  ex-Palmeiras fosse concretizada.

Os depoimentos de Mallu foram classificados como contraditórios, além de ela ter sido acusada de ameaçar duas testemunhas. O jogador também havia deixado seu telefone celular com a polícia para perícia, enquanto sua ex-mulher não entregou o aparelho.

Os laudos divulgados também negaram qualquer indício de agressão. Dudu hoje atua no Al-Duhail, do Qatar, e deixou o Palmeiras em meio a essa confusão. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários