Lance

Veríssimo
Fábio Lázaro
Veríssimo


Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (20), o presidente em exercício do Santos , Orlando Rollo , comentou sobre a possível venda do zagueiro Lucas Veríssimo ao Benfica , de Portugal,  que estava praticamente acertada.

Para o mandatário santista, o Peixe precisa vender o atleta de 25 anos para o time de Jorge Jesus , ex- Flamengo , e assim ter alguma sobrevivência até janeiro.

- O Santos precisa negociar o Lucas Veríssimo. Santos não tem condição de sobrevivência até janeiro se não negociarmos ele. Santos tem dívida a curto prazo, entre salários e dívidas na Fifa, de cerca de R$ 54 milhões. Recebíveis ínfimos, aproximadamente R$ 5 milhões, quando assumimos. Atleta tem que ser negociado - afirmou Rollo.

Porém, com a demora para resolver a questão, a equipe portuguesa pode desistir da contratação do zagueiro, como o mandatário santista externou na entrevista coletiva.

- Nossa preocupação é que o Conselho Fiscal vetou esse negócio por algumas questões técnicas. E o presidente Marcelo Teixeira pediu para reapresentarmos a proposta reformulada. Só que agora o Benfica está prestes a desistir do negócio. Se não conseguirmos vender o Lucas Veríssimo, não vejo solução financeira. Comitê de Gestão fez sua parte em um janela fechada, com valor razoável. Não é o pior negócio do mundo. Uma vez vendi meu carro de maneira emergencial por metade do que valia, mas paguei minhas contas. Respirei financeiramente e comprei outro carro. Nosso ativo mais relevante é Lucas Veríssimo. Temos que aproveitar o momento que ele quer ir - finalizou.

Vale lembrar que o Benfica ofereceu um empréstimo de um ano, com obrigação de compra em 6,5 milhões de euros (cerca de R$ 41,1 milhões), em cinco parcelas anuais a partir de 2022. O Peixe anteciparia esse valor por meio de uma instituição financeira belga, sob comissão de 15% e outros encargos.

O Peixe corre contra o tempo para vender algum atleta e organizar a grave crise financeira. Além de dever parte dos salários do elenco, o clube ainda se organizaria para acabar com os processos na Fifa. Depois de resolver os imbróglios com Hamburgo (ALE) e Huachipato (CHI), o clube tenta acordo com o Atlético Nacional (COL) pela contratação de Felipe Aguilar.

    Veja Também

      Mostrar mais