Lance

Andrés Sanchez
Reprodução
Andrés Sanchez deixou o cargo de presidente do Corinthians


O Corinthians comunicou nesta quinta-feira que o presidente Andrés Sanchez pediu licença do cargo a fim de se dedicar ao departamento de futebol, função que estava acumulando desde a saída de Duílio Monteiro Alves, em setembro. Quem assume, por ora, é o vice Alexandre Husni, até o dia 30 de novembro.

A intenção de Andrés, além de estar mais próximo do dia a dia do futebol, é prestar uma homenagem aos seus vice-presidentes. Husni é o primeiro a ocupar o cargo. Depois do dia 30, quando a licença do mandatário será renovada, quem assume é Edna Murad, que também está licenciada.

Sanchez assumiu também a diretoria de futebol logo após Duílio Monteiro Alves deixar a função para se dedicar à candidatura a presidente do clube, cujo pleito acontece em 28 de novembro, quando ele disputa com Augusto Mello e Mário Gobbi. Sendo assim, o Andrés terá a apenas o futebol profissional para cuidar formalmente nestes dois meses que restam de seu mandato.

A licença do dirigente corintiano, que permanecerá no dia a dia do clube, teve início na última quarta-feira, mas só foi comunicada oficialmente na manhã desta quinta-feira.

Confira a nota oficial divulgada pelo Corinthians:

"O Sport Club Corinthians Paulista informa que o presidente Andrés Sanchez se licenciou do cargo da Diretoria Executiva ontem (11 de novembro) com o objetivo de estar no dia a dia do Departamento de Futebol Profissional.

Alexandre Husni, segundo vice-presidente da Diretoria Executiva, exercerá o cargo de presidente até o próximo dia 30".

    Veja Também

      Mostrar mais