Pedro comemora gol do Flamengo
Reprodução
Pedro comemora gol do Flamengo

O Flamengo venceu o Athletico-PR por 3 a 2, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, e está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil . Pedro, duas vezes, e Michael marcaram para os cariocas, enquanto Erick e Bissoli fizeram para o Furacão. No jogo de ida, o time de Domènec Torrent já havia vencido por 1 a 0.

O começo de partida foi morno. O Flamengo tinha mais posse de bola, mas encontrou um Athletico bem postado na defesa e teve dificuldades para começar a criar oportunidades. Prova disso é que a primeira finalização só veio aos 13 minutos, em chute de Thiago Maia de fora da área, que Santos defendeu sem dificuldades.

O Rubro-Negro carioca só conseguiu furar o bloqueio dos paranaenses aos 23 minutos. Matheuzinho recebeu de Willian Arão na ponta direita e cruzou rasteiro para Pedro. O artilheiro ganhou a disputa com Thiago Heleno e acertou um lindo chute de perna esquerda, no ângulo, para abrir o placar, e Santos nada pôde fazer.

O Furacão teve chance de empatar poucos minutos depois, quando o árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira viu pênalti de Léo Pereira em Carlos Eduardo. No entanto, o árbitro de vídeo entrou em ação e mostrou que o defensor tocou apenas a bola, corrigindo a marcação. Ainda houve um lance polêmico que gerou muito reclamação dos jogadores do Furacão. Na saída de bola de Hugo, Carlos Eduardo roubou a bola e ficou com o gol livre, mas a arbitragem marcou falta do atacante.

Aos 33 minutos, o artilheiro deu o ar da graça mais uma vez. Éverton Ribeiro deu um lindo passe para Matheuzinho, um dos destaques da partida, que encontrou Pedro, livre e sem goleiro, que teve apenas o trabalho de empurrar para as redes e marcar o segundo.

Mesmo com o segundo gol dos donos da casa, o Athletico-PR não se entregou e continuou apostando na marcação alta, que deu resultado. Willian Arão saiu jogando mal e tocou a bola nos pés de Erick, que acertou um lindo chute, encobrindo o goleiro Hugo, para fazer o Athletico diminuir o placar antes de ir para o intervalo.

Na volta para o segundo tempo, o Flamengo não se acomodou com a vantagem no placar. A equipe de Domènec Torrent continuou criando jogadas ofensivas e tentando manter a bola no campo de ataque. O Furacão, por sua vez, voltou mais agressivo e conseguiu encontrar alguns espaços, apesar da dificuldade na criação. Porém, as melhores chances, com Thiago Heleno, de cabeça, e Carlos Eduardo, pararam no goleiro Hugo.

Sem conseguir ser eficiente e aproveitar os espaços dados pelo Flamengo, o time de Paulo Autuori quase viu o Flamengo ampliar a vantagem. Aos 31, Isla, que entrou no lugar de Matheuzinho, encontrou Thiago Maia, que acertou um lindo chute de fora da área, no ângulo. No entanto, após revisão, o VAR indicou impedimento do lateral chileno.

O terceiro gol só veio aos 38 minutos. Bruno Henrique tabelou bonito com Lincoln e bateu rasteiro. Santos fez boa defesa, mas, no rebote, Michael mandou para o fundo das redes e sacramentou a vitória. O Furacão ainda diminuiu aos 43, com Bissoli, após bobeira da zaga rubro-negra, mas de nada adiantou.

Agora, o Flamengo aguarda o sorteio, que será realizado na próxima sexta-feira, para conhecer seu adversário nas quartas de final. O próximo compromisso será no domingo, às 18h15, contra o Atlético-MG, no Mineirão, pelo Brasileirão.

    Veja Também

      Mostrar mais