Eddie Johnson
Reprodução
Eddie Johnson

Ala de grande suecesso na NBA , Eddie Johnson , que foi duas vezes All-Star vestindo a camisa do Atlanta Hawks , morreu no final do mês passado e sua morte só foi confirmada nesta quarta-feira. 

O ex-jogador cumpria prisão perpétua em uma instituição no condado de Milton, na Flórida, após ser condenado em 2008, por agressão sexual a uma menina de 8 anos.

Draftado pelo Hawks e conhecido por sua velocidade e explosão, tanto que recebeu o apelido de "Fast Eddie", o ex-jogador viveu o melhor momento da carreira pelo time da Geórgia, sendo titular no Jogo das Estrelas em 1980 e em 1981. Além de atuar nos Hawks, ele passou também pelo Cleveland Cavaliers e pelo Seattle SuperSonics.

Nas 10 temporadas que fez na NBA, Johnson teve média de 15.1 pontos por jogo, porém, 1987, o ala acabou banido da liga pelo resto da vida por uso de cocaína. Desde então, Johnson convivia com o vício e se envolveu em diversos casos de roubos por causa das drogas, com algumas passagens pela cadeia.

Até que foi condenado à prisão perpétua pelo abuso sexual de uma menina de 8 anos de idade. Chamou a atenção da tranquilidade do jogador durante o julgamento. De acordo com os relatos, ele se manteve frio e não alterou seu estado emocional durante todo o processo, inclusive durante o depoimento da mãe da vítima, que era sua vizinha.

Além do caso de abuso sexual da menina de 8 anos, o ex-jogador também era acusado de ter violentado uma mulher de 25 anos, caso que ainda não tinha sido julgamento.

    Leia tudo sobre: NBA

    Veja Também

      Mostrar mais