Lance

Hakimi
Instagram
Hakimi


A Inter de Milão está enfurecida com a Uefa e planeja tomar medidas contra a entidade, segundo o “La Gazzetta dello Sport”.

O motivo é por conta de time de Antonio Conte não ter conseguido escalar Hakimi no duelo contra o Borussia Monchengladbach pela Liga dos Campeões .

O marroquino havia testado positivo para Covid-19 na última quarta-feira, dia do duelo, mas o exame feito na última sexta-feira deu negativo.

O clube italiano reclama, pois a entidade que regula o futebol europeu havia se pronunciado afirmando que todos os testes PCR da equipe deram negativo, mas no período da tarde foi anunciado que o lateral era “ligeiramente positivo”.

Em novo resultado neste sábado, o jogador voltou a dar negativo e deve estar presente na partida contra o Genoa, às 13h (horário de Brasília).

A partida pela Liga dos Campeões terminou 2 a 2. Lukaku marcou o primeiro para o time italiano aos 4 minutos da segunda etapa. Aos 18, Arturo Vidal fez pênalti em Thuram, com lance revisado pelo VAR, e Bensebaini deixou tudo igual no placar. O Borussia alcançou a virada num belo passe de Neuhaus para Hoffman, que o deixou cara a cara com o goleiro da Inter. Até que no último minuto o time de Antonio Conte marcou com Lukaku

O time de Conte teve sete desfalques por conta do coronavírus, incluindo o lateral-direito Hakimi. Além dele, Roberto Gagliardini, Radja Nainggolan, Alessandro Bastoni, Milan Skriniar, Ashley Young e Ionut Radu foram os outros nomes.

Na próxima rodada da Liga dos Campeões, a Inter vai à Ucrânia, na terça-feira, para enfrentar o Shakthar, atual líder do grupo, após vencer o Real Madrid .

    Veja Também

      Mostrar mais