Lance

Matheus Henrique, meio-campista do Grêmio, e Luciano, atacante do São Paulo, durante empate em 0 a 0 no Morumbi neste sábado (17)
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Matheus Henrique, meio-campista do Grêmio, e Luciano, atacante do São Paulo, durante empate em 0 a 0 no Morumbi neste sábado (17)

Além dos jogadores, a diretoria do Grêmio não ficou nada satisfeita com o desempenho da arbitragem na partida diante do São Paulo, no último sábado (17), que terminou em 0 a 0 no Morumbi.

Tamanha é a insatisfação que, além das palavras do vice-presidente de futebol Paulo Luz falando em "tomar uma posição muito dura, contundente, veemente", o  Grêmio se pronunciou em comunicado oficial onde informou que irá formalizar o pedido de anulação do confronto.

Além da anulação, o Tricolor gaúcho pedirá maiores investigações sobre a reunião realizada na CBF onde foi decidida pela troca de Rodolpho Toski Marques por Elmo Alvez Resende Cunha no comando do VAR.

Você viu?

Troca essa, aliás, apontada como sendo resposta a uma pressão feita pelo São Paulo nos bastidores devido a arbitragem de Rodolpho no jogo dos paulistas frente ao Fortaleza pela Copa do Brasil.

Nota do Imortal sobre pedido de anulação de São Paulo x Grêmio


Na manhã deste domingo, em face à arbitragem desastrosa e danosa do jogo contra o São Paulo, ocorrido na noite de ontem, após a concessão da troca do quadro arbitral, o Presidente Romildo Bolzan Jr comunica que pedirá a anulação da partida, bem como investigação da reunião realizada entre membros da CBF com a parte arbitral que motivou a mudança na escala do árbitro do VAR.

"Equívocos, descritérios, erros e a omissão do VAR em lances capitais da partida colocam a arbitragem brasileira sob suspeição."

O São Paulo ainda não se posicionou oficialmente sobre a questão até a publicação desta reportagem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários