Lance

josé carlos peres, presidente do santos
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
José Carlos Peres tenta reverter decisão na Justiça


Na tentativa de retornar à presidência do Santos, José Carlos Peres teve negado o seu pedido de recurso para anular a reunião do Conselho Deliberativo da última segunda-feira (28), que votou favoravelmente a abertura de um novo processo de impeachment contra o cartola e consequente afastamento .

Segundo o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não houve requisito para concessão do pedido nem irregularidade na assembleia que culminou no afastamento de Peres.

O presidente foi afastado do cargo após a Comissão de Inquérito e Sindicância, através do relatório documentado pelo Conselho Fiscal, considerar a gestão de 2019 do Peixe como temerária, mesmo com um superavit de R$ 23,5 milhões. Entre as alegações se encontram o mau uso do cartão corporativo, comissões pagas a empresários e não registradas pelo clube, aumento expressivo no orçamento etc.

Além de Peres, os integrantes do Comitê Gestor também foram afastados. A partir de agora, eles têm o direito a ampla defesa que deverá ser votada novamente pelos conselheiros em um prazo de até 60 dias. Prosseguindo a definição favorável ao processo de impedimento, será convocada uma assembleia de sócios para definição final.

Enquanto isso, o vice-presidente, Orlando Rollo, exerce o cargo máximo do Santos, tendo já nomeado um novo grupo de gestores desde a última terça-feira (29).

    Leia tudo sobre: impeachment

    Veja Também

      Mostrar mais