Neymar sofreu duro golpe da Justiça
France Football / Reprodução
Neymar sofreu duro golpe da Justiça

A situação de Neymar com o Barcelona pode render ainda mais prejuízos ao jogador.

Após, ontem, a equipe catalã comemorar a vitória na disputa judicial  contra o jogador, o obrigando a devolver a sua ex-equipe 6,7 milhões de euros, o equivalente a R$ 40 milhões , neste sábado, o time espanhol anunciou que irá novamente a Justiça, já que também quer que o brasileiro pague os juros relacionados a esse valor.

Se obter novamente êxito na ação, Neymar, hoje no PSG , teria que desembolsar mais R$ 10 milhões, somando um total de R$ 50 milhões (8,5 milhões de euros). Em contrapartida, o jogador já confirmou a pessoas próximas que irá recorrer da decisão da justiça espanhola.

O problema começou no fim de 2016, quando Neymar e Barcelona assinaram a renovação do contrato do jogador até 2021, com possibilidade de ampliação até 2022. Pelo novo vínculo, acordou-se que o clube pagaria um bônus dividido em duas parcelas: a primeira, de 20,75 milhões de euros, foi quitada na ocasião da assinatura. Já a segunda, de 43,65 milhões de euros, tornou-se motivo de imbróglio na Justiça.

A batalha entre Neymar e Barça envolvia demandas cruzadas. A defesa do jogador pleiteava o pagamento integral do bônus pela renovação, enquanto o clube cobrava 22 milhões de euros (R$ 132 milhões) do jogador pelo não-cumprimento do contrato.

Na sentença, a Justiça espanhola desconsiderou todos os pedidos da parte do jogador. Também estabeleceu o pagamento de indenização de cerca de um terço do que o clube pedia originalmente.

    Veja Também

      Mostrar mais