Lance

Jô brilhou em sua última passagem pelo Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Jô brilhou em sua última passagem pelo Corinthians

Nesta quarta-feira, após uma longa negociação, o Corinthians anunciou o retorno de . O atacante fará sua terceira passagem pelo clube e chega para assumir a titularidade no setor ofensivo do Timão. Com contrato até dezembro de 2023, o jogador acertou os últimos detalhes na noite da última terça-feira e a oficialização do negócio veio nesta quarta-feira pela manhã, nas redes sociais, dando pistas da mais novo reforço corintiano.

Leia também: Corinthians paga ao elenco um dos três meses de salários atrasados

O anúncio encerra uma novela que, na verdade, teve início desde a saída do centroavante, após o Brasileiro de 2017, quando foi jogar no Nagoya Grampus. De lá para cá, os dirigentes corintianos monitoraram a situação e mantiveram contato com Jô. Até que esse namoro ganhou força de casamento no momento em que se soube que havia possibilidade de rescisão com os japoneses.

Jô tinha contrato com o Nagoya até o fim de 2020, mas havia perdido espaço no começo deste ano, após uma temporada não muito boa em 2019. Com a paralisação por conta da pandemia de coronavírus, ele começou a tratar com o clube asiático para ficar livre no mercado. Só aí que o Corinthians entrou de vez na parada, já que não estava disposto a negociar valores com os japoneses.

A negociação com o Timão se desenrolou por algumas semanas, inclusive enfrentando possível assédio do mercado do Oriente Médio, mas na última terça-feira, as partes entraram em acordo e acertaram os últimos detalhes, que envolviam tempo de contrato, modalidade de pagamento e assinatura de contrato. Até que nesta quarta-feira veio o anúncio oficial.


Um fator que acelerou o acordo foi a saída de Vagner Love, que tinha contrato até dezembro deste ano com o clube, mas rompeu amigavelmente seu vínculo, rumo ao futebol russo. O espaço deixado pelo atacante tanto no elenco quanto na folha salarial, permitiu que o Timão pudesse avançar na negociação e definir o pagamento dos salários, envolvendo luvas, imagem e valores na CLT.

Jô passou os últimos dois anos e meio no Nagoya, mas em 2020 não entrou em campo pelo clube. Nas temporadas anteriores viveu momentos de altos e baixos, sendo a de 2018 aquela de maior sucesso, conseguindo a artilharia do Campeonato Japonês com 24 gols. Em 2019, porém, seu rendimento caiu e passou por longos jejuns. Ao todo, foram 74 jogos e 32 gols.

Será a terceira passagem do atacante com a camisa corintiana. A primeira foi quando subiu da base para o profissional, e ficou até 2005, ao ser vendido ao CSKA Moscou-RUS e a segunda ocorreu em 2017, ano em que o clube conquistou um Campeonato Paulista e um Campeonato Brasileiro, e Jô marcou 25 gols em 61 jogos oficiais na temporada. Em 2020, ele deve assumir a camisa 9 e disputar posição com Mauro Boselli, artilheiro do time até aqui.

    Veja Também

      Mostrar mais