Lance


Andrés Sanchez, presidente do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Andrés Sanchez, presidente do Corinthians

O Corinthians depositou, na última sexta-feira, uma das três parcelas de salários devidos ao elenco.

Os jogadores receberam um valor eferente a 50% das férias coletivas, que foram cumpridas em abril pelo elenco. O depósito deveria ter ocorrido em 5 de maio.

Leia mais: De cabeça fria, Marcos desmente que jogaria pelo Corinthians e se arrepende


A informação foi dada primeiramente pelo Meu Timão e confirmada pelo LANCE! Os dirigentes já tinham feito acordo com os atletas para que a outra metade de montante referente às férias fosse paga somente no final desta temporada. Mas ainda há atraso em dois meses.

Ainda não foram pagos os salários de março e maio, sendo que os vencimentos de maio já ocorrerão com a redução de 25%, acordada com o elenco por conta da crise econômica causada pela pandemia do coronavírus . Os jogadores também estão no aguardo do valor de férias cumpridas em dezembro.

De qualquer forma, o pagamento de uma das três parcelas devidas gera uma proteção maior ao Corinthians para não perder jogadores na Justiça. Fica a expectativa, agora, pela liberação das autoridades sanitárias para que sejam retomados os treinamentos presenciais. Não há data para volta dos jogos.

    Veja Também

      Mostrar mais