O Palmeiras usou sua página oficial do Instagram para compartilhar uma foto do momento da defesa de Marcos no pênalti de Marcelinho Carioca na Libertadores de 2000 em comemoração aos 20 anos do feito. No entando, alguns torcedores criticaram o ídolo por conta de seus últimos pronunciamentos .

marcos
Gazeta Press
Marcos na semifinal contra o Corinthians em 2000, quando pegou o pênalti de Marcelinho Carioca e classificou o Palmeiras na decisão


Marcos disse que a torcida do Palmeiras virou "um bando de Zé ruela" e disse que hoje poderia jogar no Corinthians. "Goleiro que anda passando pano para fascista, Não é ídolo de ninguém", disee um rapaz. "O ídolo que disse duas vezes que jogaria no arquirrival e despreza título conquistado", comentou outro. "Marcos calado é um poeta", disse mais um.

No entando, teve palmeirense que parece não ter se importado muito com as últimas declarações e defenderam o ídolo. "Eterno ídolo", "Ídolo máximo do Palmeiras . Futebol, esqueça, a política" e "Santo", foram outros comentários.

Leia também: Ex-goleiro marcos tira sarro do Corinthians após vitória: "Vingados"

Entenda o caso

O ex-goleiro Marcos, maior ídolo da história do Palmeiras, se envolveu em uma nova polêmica nas redes sociais por conta de política. Apoiador do presidente Jair Bolsonaro, o ex-jogador fez um desabafo em seu Instagram.

"Nunca pensei que um processo de desconstrução da minha imagem chegasse tão longe por motivos políticos, reinteresse aqui todos os dias ou adorei a camisa que defendi durante 20 anos, uma torcida, peço desculpas, que teve um pouco mais de tratamento por não generalizar, perdão mesmo, para quem me perseguir nas redes, continuar, não vai me tirar o direito de falar o que eu quiser! Quanto aos meus anos de Palmeiras, minha lealdade, falha ou não vontade, a história é tão única, para quem vive, acho que as provas estão na própria", escreveu Marcos.

Leia também: Goleiro Marcos provoca flamenguistas: "Queremos o Rio de Janeiro limpo"

O texto é legenda de uma foto em que ele responde um comentário, dizendo que hoje, provavelmente aceitaria jogar no Corinthians, maior rival do Palmeiras. "Se fosse hoje acho que jogava mesmo [no Corinthians], principalmente em ver o bando de Zé ruela que virou nossa torcida, por isso, meus ídolos são outros, os que lutam não os que choram.

    Veja Também

      Mostrar mais