Matheus Pereira retornar aos treinos no Barça
Divulgação
Matheus Pereira retorna aos treinos no Barça

Na última sexta-feira, o futebol na Espanha começou a dar os seus primeiros passos para uma volta, com os times retornando às atividades presenciais. O Barcelona foi uma das equipes que retomaram os treinos.

Dentre os jogadores que compõe o elenco está o ex-Corinthians, Matheus Pereira, que chegou a Espanha no início do ano, emprestado pela  Juventus-ITA.

Leia mais: Pandemia encerra disputa e xará do Corinthians chega à divisão principal

Contratado como aposta para o time B, o jogador ainda não teve a oportunidade de realizar sua estreia, devido ao período de adaptação ao futebol local e a pandemia do coronavírus. Seu contrato vai até dia 30 de junho, com a opção de compra, mas, por conta da paralisação mundial, a situação segue indefinida, com o empréstimo podendo ser prorrogado.

Agora, com as atividades retomadas, Matheus não vê a hora de poder provar o seu valor. "Estou muito feliz com a volta, mesmo que seja com o grupo reduzido. Essa primeira semana de treinos está sendo uma readaptação para nos acostumar com os treinos fortes novamente", revela o meia.

O jogador foi emprestado pela Juventus algumas vezes, mas, no final da temporada passada, o então técnico Massimiliano Allegri deu oportunidades ao brasileiro. O ex-Corinthians participou de três jogos pelo time de cima, mas foi seu desempenho no time sub-23 que lhe rendeu essa nova oportunidade, agora na Espanha. Na Itália, ele somou 25 jogos com cinco gols e cinco assistências.

"Minha expectativa é que possa voltar bem e alcançar os objetivos nesse final de temporada. Sempre tenho esperança de jogar pelo time principal, mas meu foco agora é brigar pelo meu espaço no Barcelona B e ajudar o time a conquistar o título", diz.

Tido, por anos, como uma das grandes promessas das categorias de base do Corinthians , “Pirulão" fez somente três jogos pelos profissionais do clube alvinegro, após ser promovido pelo então técnico Tite .

É importante lembrar que o clube paulista ainda tem 5% dos direitos econômicos do jogador. Além de poder lucrar em cada negociação que envolva dinheiro, o time brasileiro também embolsa uma quantia por meio do mecanismo da FIFA que beneficia os times formadores.

    Veja Também

      Mostrar mais