Willian atuando pelo Cruzeiro
Divulgação
Willian atuando pelo Cruzeiro

Um alívio para o torcedor do Cruzeiro ocorreu no fim da tarde desta quinta-feira, 28 de maio. A apreensão de perder mais seis pontos na Série B por não quitar a tempo uma dívida de R$ 11 milhões com o Zorya, da Ucrânia, pela compra do atacante Willian , se encerrou. O presidente do clube celeste, Sérgio Rodrigues, anunciou em uma live no canal oficial do clube que a pendência foi paga a tempo. O prazo final era nesta sexta-feira, 29. Sérgio também comentou que houve acerto com funcionários, que estão com os salários atrasados.

Leia também: Neymar encerra processo de nove anos contra obstetra de Davi Lucca

- Fui questionado sobre isso o dia inteiro. De fato, trabalhamos muito. Conselheiros me ligando preocupados, mas eu já tinha falado com todos que eu estaria muito mais. Quando os problemas surgem, eu fico aflito como todos os cruzeirenses. Mas a minha obrigação como presidente do Cruzeiro é buscar soluções para que isso ocorra. A TED (sigla para Transferência Eletrônica Disponível) dos funcionários foi feita junto com a TED do Zorya. A dívida da Fifa já está paga. O Cruzeiro não terá problema de perda de pontos mais - disse o novo presidente celeste.

E, a “salvação aos 45 minutos dos segundo tempo” veio do seu principal patrocinador e conselheiro do clube, o empresário Pedro Lourenço, dono da rede de supermercados BH, que mais uma vez socorreu a Raposa na hora da necessidade, já que o Zorya só aceitaria à vista o pagamento da compra do “Bigode”, feita em 2014.

A ajuda será devolvida pelo Cruzeiro com a com ampliação do acordo de patrocínio master do Supermercados BH, que pretende ser a marca principal na camisa da Raposa no ano do centenário, em 2021.

- A gente trabalhou no fim de semana, na segunda-feira até tarde, terça nos reunimos com o Bruno, filho do Pedro, que eu também agradeço muito, e apresentamos um novo projeto. Um projeto de construção Cruzeiro-Supermercados BH. Eu falava com o Pedro: 'Pedro, não quero te pedir dinheiro. Não quero que você empreste dinheiro ao Cruzeiro mais. Não quero que você compre jogador que não precisa para poder colocar dinheiro no Cruzeiro. Eu quero que o Cruzeiro seja o seu parceiro. Que a torcida te abrace - explicou Sérgio Santos Rodrigues.

O pagamento aos ucranianos evitou que o Cruzeiro tivesse um início ainda pior na Série B, pois poderia ficar com menos 12 pontos na classificação, antes mesmo do início do torneio. O time mineiro já iniciará a segunda divisão do Campeonato Brasileiro com menos seis pontos porque não conseguiu pagar 850 mil euros ao Al Whada, dos Emirados Árabes, pelo empréstimo de Denilson, em 2016, sendo punido pela FIFA .

    Veja Também

      Mostrar mais