A reunião entre clubes do Rio nesta sexta-feira chegou ao fim com poucas medidas concretas, no entanto, mais uma vez todos reforçaram que o Estadual vai acabar no campo assim que as autoridades governamentais autorizarem.

Leia também: Veja o que pode acontecer com os estaduais após a paralisação

Estádio Jornalista Mário Filho%2C o Maracanã
Arquivo iG Esporte
Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã


Em função da pandemia do novo coronavírus  (SARS-CoV-2), protocolos estão sendo unificados pelas equipes para prevenção de olho em quando tudo voltar, mas não há prazo nem datas. O desejo é o retorno em maio.

A única certeza além do fim do torneio com a bola rolando é que os clubes indicarem que querem concluir o Campeonato Carioca antes de qualquer outra competição. Entre as razões, está os deslocamentos menores dentro do Rio e entre cidades do Estado, sem necessidade de pegar avião ou viajar entre estados. Dia 16, a próxima quinta-feira, uma nova conferência vai tratar sobre o tema.

Por conta disso, a Federação de Futebol do Rio elaborou um documento com o objetivo de gerar critérios seguros e preventivos para os departamentos de futebol de todos os clubes, que voltam de férias a partir de 21 de abril, até agora.

Entre as medidas, estaria a realização de testes para a presença a Covid-19 em todas as pessoas envolvidas nas partidas, como atletas, comissão técnica, dirigentes e estafe, tais quais gandulas e delegado do jogo.

Leia também: Juninho Pernambucano ajudará vítima de agressão no Mato Grosso

Segundo o presidente da Ferj, Rubens Lopes, serão disponibilizados 600 kits para teste. Também há preocupação em limitar o deslocamento das delegações aos estádios a um número máximo de pessoas. Os palcos dos jogos correm risco de sofrer alterações e medidas preventivas como desinfecção.

Gávea e Laranjeiras analisados

Em razão da possibilidade grande de os jogos voltarem a ser disputados sem público, os clubes também analisam uma flexibilização e a inclusão da Gávea e das Laranjeiras entre as opções de uso. O estádio do Flamengo em sua sede acabou de receber um novo gramado. Tanto ele quanto o do Fluminense estão fechados em suas sedes.

Leia também: Edílson diz que jogadores não derrubaram Ceni e atribui rebaixamento a política

Uma solução mais barata em termos de manutenção do estádio em relação ao Maracanã. Não há previsão de que o palco principal do futebol carioca seja exclusivo para o restante das partidas, até porque uma delas é entre Volta Redonda e Resende, duas equipes do Sul-Fluminense.

    Leia tudo sobre: futebol

    Veja Também

      Mostrar mais