Lance

Monumental de Núñez, estádio do River Plate arrow-options
Divulgação
Monumental de Núñez, estádio do River Plate

O River Plate deve jogar toda a fase de grupos da Libertadores sem torcida nas partidas como mandante, o que inclui o encontro com o São Paulo , marcado para 22 de abril, às 21h30, no Monumental.

Leia também: Árbitro de São Paulo x Novorizontino é afastado pela Federação Paulista

Nesta terça-feira, o Tribunal Arbitral do Esporte puniu o River Plate com dois jogos com portões fechados na Libertadores devido aos incidentes que fizeram a final de 2018, contra o Boca Juniors, ser transferida do Monumental para Madri - o ônibus do Boca foi atingido por pedras quando chegava ao estádio do River.

A Conmebol já havia determinado que o River fizesse dois jogos sem torcida no Monumental devido a esse episódio, pena que foi cumprida na fase de grupos da Libertadores de 2019, contra Palestino e Alianza Lima. A entidade espera que o TAS confirme que a pena aplicada nesta terça contempla duas novas partidas e que as cumpridas anteriormente não são consideradas.

De acordo com o Olé e outros veículos argentinos, o órgão já confirmou que são, de fato, mais duas partidas a cumprir.

​Considerando que o River havia sido punido pela Conmebol com um jogo sem torcida devido ao uso de sinalizadores na semifinal de 2019, contra o Boca, as sanções somadas chegam a três partidas, que seriam contra Binacional, São Paulo e LDU.

    Veja Também

      Mostrar mais