Muros da Gávea foram pichados em apoio a Braz e criticando Bap
Venê Casagrande / O Dia
Muros da Gávea foram pichados em apoio a Braz e criticando Bap

A demissão do gerente de futebol Paulo Pelaipe , na última segunda-feira, desencadeou uma verdadeira guerra política no Flamengo . Na madrugada desta terça-feira, os muros da sede do clube, na Gávea, Zona Sul do Rio, foram pichados em apoio ao vice de futebol, Marcos Braz, e pedindo a saída do vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista, o Bap.

Leia também: Flamengo demite gerente de futebol e abre o ano de 2020 com guerra política

As pichações também pediam a rescisão de contrato com a X-Tudo, empresa responsável pela comunicação do clube. Nas redes sociais, existe um forte movimento pedindo a saída da agência, que vem recebendo muitas criticas por conta de seu trabalho.

“Fora BAP, seu mer**“, “Fechado com Braz” e “Fora X-Tudo“, foram algumas das frases escritas nos muros da Gávea.

Muros da Gávea foram pichados em apoio a Braz e criticando Bap
Venê Casagrande / O Dia
Muros da Gávea foram pichados em apoio a Braz e criticando Bap


    Veja Também

      Mostrar mais