Tamanho do texto

Torcedor capixaba viajou para o Peru apenas com a passagem de ida, mas uma das patrocinadoras do Fla resolveu presenteá-lo com bilhete da volta

Lance


Torcedor do Flamengo arrow-options
Divulgação
Torcedor do Flamengo viajou para Lima somente com bilhete de ida e ganhou a volta de patrocinadora do clube

"Meus amigos me ajudaram com a passagem de ida, porém, eu fiquei sem a volta. O que importa é o meu Flamengo ser campeão". É assim que o autônomo Ciro Damasceno, de 28 anos, resume a sua saga que teve como destino Lima, no Peru, local sede da Copa Libertadores da América 2019. O duelo será entre Flamengo e River Plate - no Estádio Monumental de Lima, no Peru.

E MAIS: 
Jorge Jesus pode se tornar segundo técnico europeu a conquistar a Libertadores
‘Cincun’ momentos em que Jorge Jesus representou a galera rubro-negra
No clima da final: Camisa do Flamengo é projetada no Cristo Redentor
Nascido no dia do título de 1981, torcedor espera o melhor presente em 38 anos
Everton Ribeiro, o capitão inesperado que pode repetir o feito de Zico no Fla

Nascido em Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, Ciro saiu de ônibus de Curitiba (Paraná) no dia 16 de novembro, às 23h. O destino foi Florianópolis onde chegou às 4h da madrugada. Indo direto para o aeroporto esperar o voo para Santiago - que sairia somente às 11h50 e que depois teria conexão para Lima, às 18h.

"A verdade é que após a mudança do local da final, eu já tinha perdido a esperança de vir devido à dificuldade para trocar os voos. Porém, todo mundo foi conseguindo trocar a passagem e eu acabei conseguindo um reembolso de 100%, referente ao voo de ida. Então, meus amigos sabendo da situação, resolveram me ajudar pagando o restante que ficou faltando, e ainda me ajudaram com a hospedagem", disse ele, que complementou:

"Como eu acabei conseguindo resolver a ida, acreditei que conseguiria a volta também. Foi então que chegou ao conhecimento da Buser que me fez a proposta de voltar para ao Brasil com tudo pago", comentou o torcedor .

De acordo com a diretora de marketing da Buser, Fátima Bana, a iniciativa faz parte do posicionamento da plataforma de celebrar os bons momentos sempre com respeito e tolerância. "Para a empresa o que importa é realizar sonhos com segurança e conforto. Quando soubemos da história de coragem do Ciro, do tempo que ele demorou para ir, e as circunstâncias, entramos em contato e fizemos a proposta. Imediatamente, emocionado, aceitou e agradeceu", explicou.

Ainda segundo a executiva, "Infelizmente, não existe a possibilidade dele voltar em um dos ônibus da plataforma. A autorização internacional só permite que volte quem foi na mesma lista de ida. Porém, a passagem aérea do torcedor será totalmente custeada pela Buser. Além disso, Ciro recebeu o convite para ir ver o Flamengo de camarote no próximo jogo do Brasileirão", declarou.

"É uma emoção que só quem é torcedor vai entender, ultrapassa os limites da razão. Não tenho palavras para agradecer à Buser. Além de estar patrocinando meu time do coração, não mediu esforços para trazer nossa torcida até aqui e me ajudar a voltar ao meus país, e espero agora que a gente volte com essa taça também", finaliza o torcedor .