Tamanho do texto

Lateral sofreu uma fratura na face, passou por cirurgia e deve retornar aos gramados em breve

Máscara de gelo%3A entenda o equipamento usado para tratar Rafinha%2C lateral do Flamengo arrow-options
Instagram
Máscara de gelo: entenda o equipamento usado para tratar Rafinha, lateral do Flamengo

O lateral-direito Rafinha trouxe boas notícias para a torcida do Flamengo . O atleta já está em casa após passar por uma cirurgia na face, na última segunda-feira. Porém, ao publicar a mensagem nas redes sociais, chamou atenção pela máscara transparente utilizada para proteção — um modelo diferente do conhecido pelos torcedores.

Leia também: Pai de santo dá dicas para o Flamengo se livrar da "uruca" e do mal olhado

De acordo com Augusto César, médico especialista em cirurgias na face e responsável pelo procedimento envolvendo o lateral-direito Rafinha , explicou o uso do equipamento.

"Essa é uma máscara de hilotermia, ela mantém uma temperatura baixa para que o osso dele esteja sempre gelado, não deixando criar um edema e também não inchando", contou ao jornal Extra .

A máscara de gelo será utilizada por Rafinha durante todo o tratamento. Ela é ligada diretamente a uma máquina, que mantém uma temperatura constante no local, e varia entre 3 e 15 graus ao longo do dia.

Leia também: CBF admite falha contra o Internacional em partida diante do Flamengo

"Nao existe uma máscara para fratura de zigoma. Por ser próximo da orelha, poderia atrapalhar a audição caso ele usasse outro tipo de máscara", explicou Augusto.

A hilotermia também permite diminuir a necessidade de analgésicos durante a fase pós-operatória. Estima-se que o equipamento custe R$ 400, o que é considerado barato quando comparado com outras utilizadas em traumas faciais.

Leia também: Flamengo e Fluminense renovam termo para dar continuidade à gestão do Maracanã

Rafinha se apresentará no Ninho do Urubu, na próxima quinta-feira, para iniciar o processo de fisioterapia e ser reavaliado. O clube não tem prazo para o jogador voltar a atuar porque, segundo o médico do Flamengo, Márcio Tannure, cada atleta reage de uma maneira diferente ao tratamento.

"A gente vai avaliar como Rafinha vai se recuperar. Vamos ver como ele se recuperou da cirurgia e, dia a dia, a gente vai acompanhando a evolução", disse Tannure.