Tamanho do texto

Bruno e Guerrero levam cartão vermelho e Rubro-Negro bate Colorado no Maracanã por 3 a 1, com gols de Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique

Lance

Gabigol abre o placar para o Flamengo contra o Internacional arrow-options
ALEXANDRE NETO/PHOTOPRESS/Agência O Globo
Gabigol abre o placar para o Flamengo contra o Internacional

Flamengo e Internacional duelaram na noite desta quarta-feira, no Maracanã, e o Rubro-Negro saiu de campo com a vitória por 3 a 1. Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique marcaram para os cariocas, enquanto os gaúchos descontaram com Edenílson nesta partida válida pelo Campeonato Brasileiro. O encontro foi marcado por muitos acontecimentos: dois jogadores do Colorado foram expulsos, o Rubro-Negro chegou ao recorde de oito vitórias seguidas na era de pontos seguidos no Brasileiro, igualando com o Cruzeiro, o Fla manteve o 100% de aproveitamento em dez jogos até aqui em casa.

Leia também: Leonardo ordena e Neymar terá de aprender a falar francês, afirma jornal

Com o resultado, o Flamengo segue na liderança do Campeonato Brasileiro , com 48 pontos. O Internacional segue com 36 pontos, na quarta colocação. Ambas as equipes voltam a campo no fim de semana - enquanto o Rubro-Negro recebe o São Paulo no sábado, o Colorado irá duelar diante do Palmeiras, dentro de casa.

PÊNALTI, EXPULSÃO E GOL

O Flamengo foi desde o minuto inicial para o ataque, de olho em seguir se isolando cada vez mais na liderança do Campeonato Brasileiro. Aos 14 minutos do primeiro tempo, Bruno puxou Gabigol na grande área e o árbitro, corretamente, assinalou a penalidade. Bruno, do Internacional, acabou sendo expulso pela arbitragem. Cinco minutos mais tarde, o próprio Gabigol foi para a cobrança e converteu, 1 a 0. Foi seu 18º gol na competição.

NOVA EXPULSÃO, MAS VEM EMPATE

O time comandado por Odair Hellmann até tentou se reconstruir na partida, mas sem qualquer êxito. O nervosismo em campo dos jogadores do Internacional era nítido. Aos 43 minutos, Guerrero recebeu cartão vermelho por reclamar com o árbitro - mesmo com muito sangue no supercílio devido a choque de cabeça com Rodrigo Caio. O jogo foi para o intervalo, a conversa teve um pouco de efeito e, na volta, aos três, Edenílson igualou.

ARRASCA RESOLVE

Depois do 1 a 1 no placar, o Flamengo se soltou mais. Até por conta de ter dois jogadores a mais em campo, aproveitando os espaços que naturalmente surgiram por isto. Não demorou muito para o time de Jorge Jesus voltar a estar na frente do placar: aos dez minutos da etapa final, Arrascaeta resolveu mais uma vez, após cruzamento de Rafinha. O 2 a 1 dava uma segurança para o Rubro-Negro, que queria mais.

FESTA CONFIRMADA!

No passar dos minutos finais do segundo tempo, o Internacional já se entregava pelas circunstâncias da partida, enquanto o Flamengo tentava fazer o terceiro gol para a festa ser confirmada. E ele saiu aos 29 com Bruno Henrique. Diante da pressão, Rafinha cruzou, Arrascaeta ajeitou e Bruno Henrique estufou as redes de Marcelo Lomba. Fim de papo, vitória merecida do Flamengo por 3 a 1 e mais motivos para os rubro-negros comemorarem!