Tamanho do texto

Alguns jornalistas deixaram a emissora, que contratou outros nomes para compor a relação de comentaristas

A ESPN passou por mudanças importantes em seu plantel. Em agosto, a emissora decidiu terminar o contrato de inúmeros talentos da casa, tais como Rafael Oliveira, Juca Kfouri e mais sete nomes da casa. Buscando se reformular, a empresa buscou três nomes para recompor seu quadro de funcionários. 

Leia também: ESPN vira piada na web com transmissão de Corinthians x Fluminense

Confira abaixo a lista de todas as mudanças relevantes que a  ESPN passou neste ano de 2019, com perdas e novidades.

Raphael Prates

Raphael Prates acertou com a ESPN (Divulgação/ESPN)

Conforme antecipado em primeira mão pelo Lance, o jornalista Raphael Prates acertou sua ida para a emissora paulista. Conhecido no radialismo, o jornalista fez sua carreira no Sistema Globo de Rádio, alternando participações entre a Rádio Globo e a Rádio CBN.

Silas - Tubarão

Silas se aposentou como treinador e foi para a ESPN (Foto: Divulgação)

Após uma carreira que não deu muito certo como treinador, o ex-jogador Silas aposentou a prancheta e acertou sua ida para a ESPN. Sua última passagem foi em 2019, quando rebaixou o São Bento para o Campeonato Paulista A2 com um empate e quatro derrotas.

Gustavo Zupak

Gustavo Zupak saiu do EI e foi para a ESPN (Reprodução)

Após anunciar sua saída do Esporte Interativo depois de dois anos de casa, Gustavo Zupak foi o primeiro anunciado oficialmente pela emissora como novo reforço da ESPN. Com passagens pela Rádio Globo, Zupak será presença certa em vários programas da emissora paulista.

José Renato Ambrósio - ex-ESPN

José Renato Ambrósio deixou a ESPN para o SPORTV (Reprodução/ESPN)

Após o fim de seu contrato com a emissora, José Renato Ambrósio optou por acertar sua ida com o Grupo Globo após 11 anos na emissora. Ele ainda tinha propostas da própria ESPN e da CNN Brasil, mas optou pela maior empresa de comunicação do país.

Montagem - Palomino, Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi e Rafael Oliveira (ESPN)

(Foto: Reprodução)

No 'passaralho' da ESPN em agosto, João Palomino, Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi e Rafael Oliveira foram um dos principais nomes a serem desligados da empresa.

Leia também: Demitido da ESPN Brasil, Rafael Oliveira é o novo comentarista do DAZN

João Palomino era vice-presidente de jornalismo da ESPN, Arnaldo era editor-chefe e comentarista, Eduardo Tironi era editor-executivo e comentarista e, por fim, Rafael Oliveira era um dos principais comentaristas da emissora.

Juca Kfouri

Juca Kfouri era um dos pilares da emissora (Reprodução)

Juca Kfouri é um dos principais comentaristas esportivos e políticos do país. Entretanto, por não se encaixar na visão que os novos chefes da ESPN possuem para o futuro, a emissora optou por não renovar o seu vínculo ao fim de seu contrato.

Leia também: Juca Kfouri demitido da ESPN: relembre polêmicas do jornalista na emissora

Na ESPN desde 2005, Kfouri ficou marcado por suas participações no 'Linha de Passe', principalmente na formação clássica ao lado de Mauro Cezar Pereira e José Trajano.

Montagem ESPN

João "Canalha", Claudio Arreguy e Mauricio B arros (Reprodução)

Por fim, o 'passaralho' da ESPN cortou mais três nomes respeitados na emissora. O apresentador João Carlos Albuquerque, o "Canalha", o repórter Claudio Arreguy e o comentarista Mauricio Barros. Ambos foram desvinculados da empresa junto aos últimos citados.