Tamanho do texto

O time paulista teve no domingo a menor posse de bola no campo de ataque desta edição do Brasileiro: apenas 8,5%

Lance

Felipão arrow-options
Jales Valquer / FramePhoto / Agência O Globo
Partida foi a pior do Palmeiras de Felipão no Campeonato Brasileiro

Um dado divulgado pelo Footstats nesta segunda-feira evidencia a inofensividade do Palmeiras na derrota para o Flamengo, por 3 a 0, no Maracanã. De acordo com a publicação, o time teve no domingo a menor posse de bola no campo de ataque desta edição do Brasileiro: apenas 8,5%.

Leia também: Ídolo do Palmeiras, Marcos critica jogadores: "Sem coragem"

O número bateu a então pior marca, do CSA na derrota para o Corinthians, em Itaquera, quando teve 10,2% de posse de bola no campo de ataque. O Flamengo, por sua vez, teve 23% do tempo de posse próximo à área do Palmeiras .

Essa foi a pior derrota sob o comando d e Luiz Felipe Scolari. O time deixou o Maracanã sem conseguir acertar uma finalização na meta de Diego Alves, está há sete rodadas sem ganhar no Brasileirão, mas ainda a seis pontos dos líderes Flamengo e Santos, tendo um jogo a menos.

O resultado, aliado à eliminação para o Grêmio na Libertadores, fez eclodir uma crise no clube, que nesta semana fará treinamentos fechados e não divulgará sua programação por questão de segurança. Os criticados Alexandre Mattos e  Felipão  estão mantidos em seus cargos até o momento, e o Palmeiras volta a jogar no sábado, às 21h, contra o Goiás, pela 18ª rodada do Brasileirão.