Tamanho do texto

Seja pelos ânimos a flor da pele após uma partida tensa, ou mágoa por alguma critica do passado, os embates entre técnicos ou jogadores contra jornalistas sempre dão o que falar

A relação entre jornalistas e jogadores ou treinadores de futebol é muito próxima, e assim como todo relacionamento, é claro que existem brigas . Por isso, o iG Esporte relembrou algumas das principais tretas que rolaram ao vivo. Confira a lista abaixo:

Leia também: Galvão Bueno fica em saia justa ao vivo após brincadeira de Eric Faria

Rogério Ceni x Milly Lacombe

Em 2006, durante o programa Arena SporTV, a jornalista alegou que o goleiro teria falsificado uma assinatura em uma proposta falsa do Arsenal para assim, se valorizar no São Paulo. "Eu não consigo, por exemplo, olhar pro Rogério e deixar de lembrar de quando ele falsificou a assinatura do Arsenal porque ele queria aumento no São Paulo. Ele forjou um documento para que o São Paulo...", disse Milly Lacombe .

No entanto, a coisa esquentou quando o próprio  Rogério Ceni  telefonou ao programa para se defender. "A opinião a respeito de um profissional pode ser positiva, negativa, é um direito que todos têm. Só vou pedir para que a senhorita prove o que está falando, que eu falsifiquei uma assinatura perante o São Paulo" esbravejou o goleiro.


Felipe Melo x PVC

Felipe Melo havia sido convocado por Dunga para a Copa do Mundo de 2010 e entrou por telefone no programa Bate-Bola, da ESPN. O jogador, na época, da Juventus, se irritou quando foi questionado sobre seu desempenho.

Felipe Melo e PVC arrow-options
Reprodução
Felipe Melo e PVC discutiram ao vivo

"Você fez uma má temporada na Itália, isso é consenso, acho que você mesmo concorda. Queria que você falasse porque devemos acreditar que o Felipe Melo da Copa do Mundo será diferente deste que disputou a temporada 2009/2010 pela Juventus", disse o jornalista .

O jogador então se irritou "Você falar uma coisa dessas, acho que você não entende de futebol". "Desculpa Felipe, não estou falando nada disso por brincadeira não. Eu falo porque acompanho o Campeonato Italiano", disse  PVC  .

"Para fazer uma análise do jogador, você tem que pegar os números. Não pode falar uma coisa dessa aí, isso é ridículo", retrucou o volante, que acrescentou: "Você é jornalista?", esquentando a discussão.


Barcos x Léo Bianchi

O argentino Barcos dava apenas sua segunda entrevista coletiva como jogador do Palmeiras, mas o clima não foi dos melhores. O atacante se mostrou irritado com a insistência do repórter Léo Bianchi em fazer perguntas sobre os apelidos colocados pelos outros jogadores do grupo, como Pedro de Lara e Zé Ramalho.

Leia também: Zinho reclama ao ser interrompido por PVC em programa da Fox: "Posso terminar?"

"Estamos aqui para falar de futebol, não estou aqui para brincadeira. Não me interessa se eu pareço com ele e isso não vem ao caso", disse. O repórter disse que as fotos tinham sido enviadas por Maikon Leite , atleta conhecido pelo espírito brincalhão. "E você é um babaca por vir entregar. Parece-me pouco sério da sua parte", respondeu o atacante.


Fred x Raphael de Angeli

Após derrota do Fluminense em um clássico contra o Vasco, Fred discutiu com o zagueiro Rodrigo, e se irritou com a pergunta do repórter do SporTV, que tentou entrevistá-lo na saída do gramado, perguntando sobre a discussão e também sobre o jogo.

"Que jogo? Não sabe nem fazer a pergunta irmão", disse o centroavante no caminho para o vestiário do Maracanã.


Jair Picerni x Nelson Cilo

Picerni era treinador do São Caetano, e preparava sua equipe para decisão da Copa João Havelange contra o Vasco, quando protagonizou a histórica briga contra o repórter.

O treinador conversava com outro jornalista quando foi interrompido por Cilo com uma pergunta. Picerni não gostou e iniciou a discussão, que terminou com um tapa na cara e os dois se agarrando no gramado.


Lúcio x André Hernan

A partida entre Palmeiras e Internacional tinha acabado de ser encerrada após uma confusão entre o lateral Fabricio e os jogadores Colorados, quando o repórter do SporTV resolveu perguntar sobre uma possível agressão do zagueiro na briga, o que irritou Lúcio, que respondeu exaltado: “Você tá maluco?”.


Dunga x Alex Escobar

O repórter da TV Globo e o técnico da seleção brasileira protagonizaram a discussão história durante a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. A briga começou depois que Dunga ouviu Alex Escobar falar ao telefone com Tadeu Schmidt sobre supostas entrevistas com jogadores que teriam sido proibidas pelo treinador.

Leia também: Dunga revela que se arrependeu de ter feito as pazes com Alex Escobar

"Algum problema?", perguntou Dunga para Escobar, que respondeu: "Nem estou olhando para você, Dunga". Em voz baixa, o técnico replicou: "Besta, burro, cagão!".


Cristiano Ronaldo x Diego Torres

A seleção portuguesa se preparava para a partida contra a Hungria, que vali vaga nas oitavas de final da Eurocopa de 2016 quando, durante um passeio, um repórter português tentou se aproximar de CR7 para entrevistá-lo. O jogador se irritou, tomou o microfone da mão do jornalista, e o arremessou em um lago.


Oswaldo de Oliveira x Léo Gomide

O Atlético-MG havia acabado de conseguir uma suada classificação à segunda fase da Copa do Brasil após empate por 1 a 1 diante do Atlético-AC, em duelo disputado na cidade de Rio Branco, e o técnico Oswaldo de Oliveira ficou bastante irritado depois da partida.   

Sem paciência e bastante incomodado com as perguntas feitas pelo repórter Léo Gomide, da Rádio Inconfidência, de Minas Gerais,  Oswaldo de Oliveira perdeu a linha durante entrevista coletiva e partiu para agressão, sendo contido pelos outros profissionais que estavam trabalhando na cobertura do jogo.


Bônus: Kajuru x Mário Soares

Esta não envolve nenhum boleiro, mas ficou para sempre marcada na memória dos espectadores. Durante o programa Esporte Total, da Bandeirantes,  Kajuru  entrevistava o boxeador Mário Soares, que havia vencido uma luta contra Fabio Garrido. Na oportunidade, Marinho nocauteou o adversário, que foi levado em coma para a UTI.

"Se eu sou o presidente da confederação brasileira de boxe, eu te puno. Eu te suspenso por um ano. Você fica um ano sem lutar por ter feito o que você fez. Você não precisava ter dado os últimos dois socos nele. Ele já tava caído". 

"Isso é burrice, você é burro", retrucou o pugilista. "Você é covarde", respondeu Kajuru. E então, Mário Soares partiu para cima do apresentador, que por pouco, não foi nocauteado.