Tamanho do texto

Maior nome de sucesso no futebol brasileiro é o ex-meia sérvio Petkovic, mas outros jogadores do Velho Mundo já atuaram por aqui. Na lista tem polonês, italiano, turco, inglês, espanhol e até romeno

Pablo Marí no Flamengo arrow-options
NetFla / Jorge R Jorge / BP Filmes
Pablo Marí é um dos jogadores europeus no Brasil. Ele é espanhol e está no Flamengo

Não é algo muito comum, mas dois jogadores europeus desembarcaram no futebol brasileiro neste ano de 2019: Pablo Marí , zagueiro espanhol que está no Flamengo, e Juanfran , lateral também da Espanha anunciado como reforço do São Paulo. E o rubro-negro ainda quer o italiano Balotelli.

Leia também: Íbis europeu? Time volta a vencer após mais de dois anos e 73 jogos de jejum

Por conta da disparidade financeira do mercado nacional com o internacional, principalmente com relação aos salários, os clubes daqui não costumam ter jogadores europeus em seus elencos.

Mas já aconteceu.

O principal caso de sucesso de atleta do Velho Mundo no Brasil é o sérvio Dejan Petkovic , atualmente comentarista dos canais Sportv. O ex-meio-campista brilhou com as camisas de Vitória, Flamengo, Vasco, Fluminense e Atlético-MG, além de passagens apagadas por Santos e Goiás.

Sérvio Petkovic brilhou no Brasil arrow-options
Site oficial
Sérvio Petkovic brilhou no Brasil

Pet conquistou dois Campeonatos Baianos, uma Copa do Nordeste, três Cariocas e um Brasileirão.

Outros sérvios atuaram no Brasil, nenhum com grande impacto: Zeljko Tadic, goleiro que chegou ao País em 2001 e passou por XV de Piracicaba, Londrina, Bragantino, Uberaba, Guarani de Divinópolis e Vasco; e Andjelkovic e Nikola Damjanac, ambos defendendo o Fluminense.

Leia também: Ex-modelo revela noite frustrante com Romário em motel: "Não marcou gol"

Nowak e Piekarski%2C poloneses no Athletico-PR arrow-options
Arquivo iG
Nowak e Piekarski, poloneses no Athletico-PR

Na década de 90, o Athletico-PR contratou a dupla de meio-campistas poloneses Krzysztof Nowak e Mariusz Piekarski . O primeiro (que morreu em 2005) ficou pouco no Brasil, enquanto o segundo ainda jogou por Flamengo e Mogi Mirim.

O Furacão ainda contou com outros europeus no time, como o atacante português  Pereirinha , entre 2015 e 2017, e o meia espanhol  Fran Mérida , em 2013.

Por falar em Portugal, o país luso forneceu outros jogadores para o Brasil: Casemiro do Amaral (1913 a 1920/Corinthians), Laurentino de Mello (1933/Corinthians), Arouca (década de 70/Palmeiras), Azambuja (1946 a 50/São Paulo), Fernandes (1966/São Paulo), Mello (1936/São Paulo), José Dominguez (2005/Vasco).

Já o holandês  Clarence Seedorf , multicampeão por Ajax, Real Madrid, Milan e Inter de Milão, chegou ao Botafogo em 2012, permanecendo no clube até 2014. Fez 58 partidas, com 16 gols anotados e um título do Campeonato Carioca conquistado.

Seedorf no Botafogo arrow-options
Reprodução
Seedorf no Botafogo

Recentemente, Coritiba e Corinthians tiveram em seu elenco o atacante turco Kazim - que, na verdade, nasceu na Inglaterra. O jogador teve boa performance no Coxa, mas não brilhou com a camisa alvinegra e acabou saindo em 2018.

Kazim jogou no Corinthians e Coritiba arrow-options
Reprodução
Kazim jogou no Corinthians e Coritiba

O Coritiba apostou no alemão Alexander Baumjohann em 2017, mas o germânico com passagens por Schalke e Bayern de Munique não vingou. Nem mesmo no Vitória, da Bahia, onde atuou poucas vezes em 2018.

Leia também: Conheça jornalista portuguesa que está no Fla seguindo os passos de Jorge Jesus

A Itália também já teve representantes no futebol brasileiro, como Luiz Fabbi, que jogou no Corinthians entre 1910 e 1915, se transferindo para o Palestra Itália em 1917. O Palmeiras teve o meia  Marco Osio por um ano, contratado em 1995. E, na década de 50, o Fluminense contratou o italiano Avelino Gabrielli, conhecido como "Nino".

Alemão Baumjohann no Coritiba arrow-options
CORITIBA/ DIVULGAÇÃO
Alemão Baumjohann no Coritiba

Outros jogadores europeus com passagem pelo Brasil:

  • Fernando Carazo Castro (Espanha/Cruzeiro e Palmeiras)
  • José Armando Ufarte (Espanha/Flamengo e Corinthians)
  • Henry Welfare (Inglaterra/Fluminense)
  • Anderson Williams Waterman (Inglaterra/Fluminense)
  • Cawood Robinson  (Inglaterra/Fluminense)
  • Charles Roberts Hargreaves (Inglaterra/Fluminense)
  • Ryan Williams (Inglaterra/Paysandu)
  • Igor Jovicevic (Croácia/Guarani)
  • Timur Khadzhimuradov (Rússia/Vitória-ES)
  • Aymen Soudá (França/Paraná Clube)
  • Waldemar Zaclis (Romênia/São Paulo)
  • José Lengyel "Hungarês" (Hungria/Corinthians)
  • Josef Strauss (Hungria/Santos)
    Leia tudo sobre: Futebol